O que esperar de 2004? Paunuku, oras.

Acordei no meio da madrugada com um sonho muito estranho. Estava num lugar tranquilo, parecia um velho templo com feições orientais. Monges japoneses com a cara do Narazaki dividiam o espaço com bonsais, pingentes e outros arranjos. Diante deles, revelei os pensamentos que me perturbam durante a noite. Histórias de amor que insistem em parecer mal resolvidas; desilusões profissinais que me deixam apavorado; fatos corriqueiros que, juntos, trazem sensação de total desânimo.

Um deles, o que mais se parecia com Narazaki, levantou a cabeça, olhou nos meus olhos e deu um sorriso irônico, como se quisesse desmerecer a ladainha que havia dito. Segundos depois, os outros também se ergueram. E gritaram, em uníssono, uma palavra. Estava grafada em vermelho, na parede, representando a filosofia de vida destes sábios nipônicos:

– PAUNUKU!!!

Gritaram isso umas cinco vezes, até eu me acordar, no meio da noite. Com o meu CD acústico do Nenhum de Nós na faixa onze, “na janela”.

Pesadelo sonhar com dezenas de Narazakis? Ou seria mais um presságio de que 2004 começou mal pra todo mundo? O tema de nossa enquete durante o mês de fevereiro mobilizou nossos 35 visitantes, que se dividiram ao responder. Com uma pequena vantagem pessimista: 40% acham que este será o pior ano de suas vidas. Tenha medo.

Ou não. Outros 34,1% consideram que o ano está só começando, e por isso não custa nada torcer por dias melhores. Já 28,6% não encontraram motivos para reclamar: dizem que esse papo de “ano ruim” é só impressão, e que será um lindo dois mil e quatro.

Por via das dúvidas, não custa insistir: tenha um feliz 2005! Quanto aos problemas de 2004, paunuku, nô?

Aproveite para comemorar o ano novo antecipadamente e responder a nossa nova pergunta, sobre o mistério envolvendo o mais famoso dos foras já utilizados por homens e mulheres – posso garantir que o bom e velho “o problema está em mim, não em você” funciona mesmo!

Comentários em blogs: ainda existem? (10)

  1. Luis, torço mesmo para que você continue sem essa impressão! Aliás, 2004 tem tudo pra ser um grande ano pra vc!

  2. Acho que não me expressei bem. É que esse não é o primeiro post seu que faz considerações nebulosas sobre 2004. Ou isso é impressão minha? Parece que tu anda chateado com alguma coisa que eu não consegui captar. E não há nada pior para um escorpiano que algo que ele não consegue entender :-)

  3. Hahahahahahaha. Sonho sensacional esse. Sério. Acho que eu ia acordar rindo muito se tivesse um assim! Se bem que eu já sonhei cada maluquice…

    Abraços! E 2004 vai ser dukaraio, nô?

  4. Nossa! Que sonho, hein, Marmota! ;)
    E quanto as enquetes, bom… Estou indo aos poucos… Já desejei feliz ano novo em 1º de janeiro, não funcionou muito, daí desejei Feliz Ano Novo com a entrada do ano chinês, melhorou um pouquinho, agora desejei de novo feliz ano novo na primeira segunda-feira após o carnaval, 1º de março, que é quando todo mundo sabe que o ano começa de verdade no Brasil, vamos torcer pra que daqui pra frente o ano seja realmente FELIZ!

    E, sobre a nova enquete, acho que a verdade costuma ser que o problema está no relacionamento, não em uma ou outra pessoa, mas nas duas juntas… Quero acreditar nisso!

  5. Bhã. Japoneses bobagentos não é um sonho bom não. Veremos como ficarão nossos sonhos até dezembro. Quem sabe lá por setembro voce não sonha com dançarinas do hula-hula…
    Tenho fé em 2004. Mesmo. Acho que nadinha está perdido.

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*