Mainardi? Não, prefiro ser…

Esses dias, o Alexandre Cruz Almeida concluiu, após descobrir esta coluna do Tutty Vasques, que todo escriba está no caminho certo caso seja comparado ao Diogo Mainardi – recordista de cartas da Veja por conta de seus textos ácidos, debochados, sarcásticos, polêmicos, barulhentos… Enfim, adicione à lista o seu adjetivo preferido.

Em seguida, faz uma observação:

Imagino quantas vezes o Soares Silva e o Polzonoff já devem ter ouvido isso. Imagino se outros blogueiros que adoro, mas são mais bem-comportados, como o Inagaki e o Marmota, não deveriam talvez ouvir isso mais vezes para soltar logo a franga.

Lembrei imediatamente de um comentário do Dennis D, que se referiu a mim e ao Inagaki como “os sujeitos mais boa praça da web”. De minha parte, admito que fico pouco à vontade diante das minhas opiniões discordantes: prefiro dizer “só sei que nada sei” a perder meu tempo com longos duelos argumentativos e indignações fúteis.

O comentário do Alexandre, no entanto, criou em mim uma dúvida existencial: se a trilha das críticas e polêmicas me parece mais tortuosa, qual caminho seguir? Ou, trocando em miúdos, com quem eu gostaria de ser comparado?

A resposta veio depressa. Passei algumas horas navegando pela cobertura especial do Miss Universo feita pelo UOL Tablóide. Antes do concurso, o enviado especial falou com a Miss China, “a mulher mais bonita de 20% do mundo”, encheu o saco da Miss Angola e marcou um encontro com a Miss Brasil.

No dia da eleição, nosso herói ficou aliviado ao descobrir que manifestantes não estavam contra sua presença, além de desvendar os mistérios da criteriosa escolha. Com o anúncio da vencedora, o repórter fez o que pode para conseguir uma entrevista exclusiva com a moça.

Como se não bastasse, o aventureiro aproveitou sua passagem pelo Equador para promover seu próprio concurso de miss, visitar uma fazenda mal-assombrada e botar um ovo em pé no centro do mundo.

Já não tenho mais dúvidas: quando eu crescer, não quero ser Mainardi. Meu sonho é fazer o que o UOL Tablóide faz.

Será que estou pensando pequeno demais?

Comentários em blogs: ainda existem? (5)

  1. O Uol tablóide é o máximo. Outro que eu sempre leio atrás de coisas assim é o Ananova, na seção de coisas estranhas. Vale a pena. Admiro sua ambição. Gostei. Vc pode ser o cara que vai pro concurso de Miss, eu vou ser o Mainardi. :)

  2. ah, e eu disse aquilo nao pq admiro o mainairdi ficar de provocação. eu nao fico de provocação. mas é que acho que, se todo mundo concorda c/vc, alguma coisa de errada vc está fazendo…

  3. Xará Cruz Almeida, se a questão é de escrever posts repletos de comentários discordantes, então dê uma lida nos meus posts sobre o Piquet ou o Cazuza. A propósito: Mainardi? Tô fora. Prefiro ser o Ruy Goiaba.

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*