Cinco brincadeiras que ninguém brinca mais

A idéia desse levantamento surgiu num papo descontraído num jantar à luz de velas ao lado do Tuca e da André Marmota dialoga muito com o passado, cria futuros inverossímeis e, atrapalhado, deixa passar algumas sutilezas do presente. Quer saber mais?

Leia outros posts em Top 5. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (24)

  1. Eu falava apenas ‘estrela nova sela’, fico muito triste de que taco não tenha feito parte da sua infância.

  2. Credo, que brincadeira cruel essa da mula. Eu nunca brinquei disso não.

    A gente brincava muito de “mês” aqui. Era algo parecido com passa-anel: todo mundo sentadinho, calminho, ótimo para quando já estávamos cansados. Aí também tinha?

    Taco, aqui a gente chamava “bets” (uh, americanizados!) e eu joguei até os treze anos, quando tive que buscar a bolinha no fim da ladeira.

    O que eu mais gostava de brincar era de “sobe e desce”, que só existia na minha rua. Era como “pique-bandeira” só que um time ficava no alto e o outro no baixo (era um terreno aterrado). Era muito muito muito legal!

  3. Putz, André, que saudade da infância! :) Eu brincava na rua de todas essas coisas aí, e achava tãoooo divertido! Bons tempos, bons tempos

  4. Bons tempos… Naquela época duro ou mole era só uma inocente brincadeira (que ainda tinha a famigerada versão ‘duro ou mole americano’ (?!?))

  5. NOOOOOOSSA.

    Me senti na obrigação de propagar esse TOP 5. Mas agora vou fazer um especial só sobre os TÓPICOS do ESTRELA NOVA SELA (é, eu cometia o Virundum). Será que você conhecia algum desses?

    . Um bife e uma batata: (um tapão e um soco)

    . Elefante caiu do céu: é uma variante um pouco mais violenta do ‘amassa tomate’ que também tinha na minha vila.

    . Três toques de Pelé: era a deixa para a sela ser chutada e até encoxada

    . Pular vela apagada / acesa: uma das mais difíceis, a sela ficava ME PÉ, e com a cabeça levantada (vela acesa) ou abaixada (vela apagada)

    . Passeio de moto: mais um castigo para a sela, que servia de banco, e o último da fila era o guidão, para que a mão desse um passeio.

    . Espora de galo: bastava pular com um pé nas costas da sela.

    . A série METRALHADORA, que consistia na mãe da sela pular e dar ordem que, dependendo do tipo da metralhadora, deveria ter uma resposta apropriada:

    – METRALHADORA DE CHOCOLATE: Todos deveriam abanar as mãos em direção à boca, como se estivessem se empanturrando.
    – METRALHADORA COM BALA: Todos deveriam se abaixar
    – METRALHADORA SEM BALA: Todos deveriam ficar parados

    • Nooossaaa…. até fiquei emocionada!!!! que tempo bommmm…. hoje em dia meus filhos não sabem o que é brincar assim…. só video-game …. nurfe… tablet…

    • bife e uma batata, pastelao quente, amassar tomate, espora de galo,coiçe de mula, chicote do zorro, pular saco de arroz, desentupir torneirinha da vovó, pular corrente de ouro, muro de cemiterio, tunel de trem, o mais perto ou longe sela, e mais uma penca

  6. E o pique-bandeira? Meu Deus! Era o melhor de todos! E ainda tinha o gato-mia, que era um esconde-esconde de terror, onde todas as luzes eram apagadas e o “pique” era batido dando um susto no pegador… Ai que saudade!

  7. E o pique-três-colas? Quem era pego ficava “colado” feito estátua e precisava ser salvo por um amigo. depois de três colas, como o nome indica, o pique era dele. E tinha a versão pique-três-colas-americano, que para “descolar” alguém era preciso passar por debaixo das suas pernas.
    O pique-altinho dava os tombos mais legais – só não era pego quem estava em cima de alguma coisa mais alta que o chão… Eita, nóis… Agora fiquei carente de infância.

  8. Mãe da mula ainda tinha estas:
    tirar ovo da pata; pular prédio Martinelli; escrever cartinha prá namorada, etc

  9. Estava procurando um jogo infantil chamado “gato mia”, para um trabalho para a Faculdade, quando deparei com essas brincadeiras maravilhosas de infância que estamoas tentando resgatar para as crianças do ensino fundamental. Porém, estamos fazendo algumas adaptações, sem perder a singeleza com que encantavam as crianças daquela época. Parabéns

  10. Olá tenho 33 anos, até meus 14 anos morei na roça e adorava brincar de passar anel e principalmente beijo abraço.
    estas brincadeiras éram muito divertida pois envolvia a familia toda incluindo meus pais, tios e avós, era maravilhoso este contato proximo com os adultos.
    Fiquei muito feliz quando abri esta pagina. Beijos Roseli de Pinda

  11. Voltei a infância lendo esse texto!
    Me lembrei também da bricadeira (que geralmente as meninas faziam) de pular elástico. Pegava-se um elástico de espessura média cortava, mais ou menos 1m e fechava com nó.Então duas meninas se posicionavam frente a frente a uma certa distância , com o elástico esticado, preso nas pernas enquanto outra menina tinha que saltar, dentro, sobre e fora, sem queimar o elástico.

    Muito legal!
    Pena que não se vê mais isso hoje em dia…

  12. Caramba cara, gostei muito de lembrar dessas brincadeiras. Tem uma variação muito legal da Mae da Rua que se chama “Rio Vermelho” a rua era o rio e tinha o dono do rio. O pessoal ficava na calçada e gritava “queremos passar pelo rio vermelho” e o outro “Só se tiver uma cor” E o pessoal “que cor?” Ai o dono do rio escolhia uma cor. Quem tivesse algo da cor tinha autorização p/ passar, os outros tinham que passar correndo. Era muito 10.

  13. adoraria lembras das formas diferentes de pular elastico, é muito divertido brinco com meus filhos. um abraço a todos

  14. Pô bacana essa conversa sobre brincadeiras da infância. Realmente naquele tempo a gente era feliz e nem sabia. mas se divertia muito. E bacana também isso aqui, porque eu tava precisando de algumas atividades para serem dadas numa recreação com crianças de 4 a 11 anos, e aqui arrumei umas legais e outras que adaptei, e outras que lembrei durante a leitura. Muito bom, valeu mesmo. abraço!!

  15. oi meu nome e jessica tenho 25 anos e eu antes de começar eu queria dizer que este Email nao e meu e do meu irmao de 29 anos e eu dei esse email porque o meu esta com um pequeno probleminha mais ja vou concertar eu vou entrar novamente neste site e vou dar ele certinho e meu url eu tenho sim mais nao posso dar agora mais quando eu entrar nesse site denovo te darei certinho. Mais vamos a o que enteressa eu queria pedir obrigado por criar este site para lembrar minha infancia eu adorava eu queria muito sinseramente voltar no meu tempo a 25 anos atras e eu adorei este site sinseramente.
    OBRIGADA!!!!!!!!!! MESMO AMEI AMEI AMEI UM BEIJAO PARA A PESSOA INTELIGENTE QUE CRIOU ESTE SITE.

  16. caranba!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! faz tanto tempo que eu não brico disso eu vou reunir os meus amigos evamos brincar dessa bricadeiras

  17. Karaca………… quanto tempo eu não brinco dessa brincadeiras mais na minha infância nós brincar vamos muinto de pique-auto, banderinha,três cortes,etc…..São momentos que só voltan quando nós temos filhos e e bom lembrarmos dessa brincadeiras para sempre.Pois o mundo de hoje as criança só querem saber de video game,computador e vivem muinto mal. Há como eu queria voltar meus 30 anos atrz só para poder brincar mais……………..

  18. Bom essa brincadeira era irada. Quando eu era criança eu adorava pular sela. Judiava dos meus primos eu amava essa brincadeira.

  19. estava procurando uma brincadeira para um trabalho de faculdade quando achei esse site amei relembrar todas essas brincadeiras.. tenho 19 anos e brinquei com todas essas a minha favorita era a estrela nova cela ^^

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*