Para agradecer o ano de 2002

Somando os pontos positivos e negativos, acredito que vou fechar o ano zerado. Meu pai e meu irmão ficaram desempregados no meio do ano, fruto da economia fragilizada do nosso país. Por outro lado, não podemos reclamar por falta de comida, saúde ou alegria. Além disso, encerrei o mês de dezembro trocando o velho Marmoturbo por outro, igualzinho, mas sete anos mais novo. Por essas e outras, nada melhor do que agradecer a Deus por mais um ano.

Por que não agradecer em Aparecida do Norte, a casa da mãe de Jesus?

Família reunida a bordo do Marmoturbo Geração II no último domingo, dia 22 de dezembro. Outras centenas de famílias tiveram a mesma idéia e foram rezar ao lado de Nossa Senhora Aparecida. A fé desse povo impressiona: nem mesmo o calor ou o aglomerado de pessoas foi capaz de desanimá-los!

Hora de seguir em frente, com muita fé e força, rumo ao ano novo que se aproxima!

André Marmota tem uma incrível habilidade: transforma-se de “homem de todas as vidas” a “uma lembrancinha aí” em poucas semanas. Quer saber mais?

Leia outros posts em Especiais do MMM. Permalink

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*