Tem astronauta brazuca no espaço

Diferente de todas as crianças da minha época, nunca quis ser astronauta. Achava espetacular aquela ilusão de conquistar outros mundos, viajar pelo espaço, ver meu planeta de longe… Mas talvez tivesse pés no chão suficiente para achar que essa tarefa não era das mais simples.

Felizmente, ao menos uma criança brasileira que sonhava em ser astronauta realizou seu sonho. Mas não foi moleza. Marcos César Pontes nasceu em Bauru em 11 de marco de 1963. Aos cinco anos, já desenhava foguetes e aviões nos cadernos. Seu destino não poderia ser outro: o CTA, anos após se formar em tecnologia aeronáutica. Até 1998, quando já era piloto de caça, o tenente-coronel foi selecionado para um programa da Nasa.

Desde então, até esta quarta-feira, foram treinos e mais treinos, formações específicas (recebeu oficialmente o título de astronauta da Nasa em 2000) e um bom tempo de espera. Burocracias e adiamentos sucessivos (lembrem-se que ele é BRASILEIRO) fizeram com que sua primeira viagem fosse apenas em 2006.

Mas convenhamos, se a espera valeu para quem permaneceu acordado até mais tarde só para ver o lançamento da nave russa Soyus, imagine para ele.


O primeiro astronauta, hmmm, brasileiro,
que não esqueceu do primeiro de fato. Tirado daqui.

Aliás, alem da viagem de Marcos Pontes, mais brasileiros olharam para a imensidão do céu e contemplaram a magnitude da natureza, em mais um eclipse total do sol. Mesmo se pudesse ser visto de São Paulo, veríamos no máximo os pontos de alagamento da chuva.

Ah, sim: uma pergunta que não poderia faltar: alem dos experimentos e das tranqueiras que vão na bagagem, o que (ou quem) mais o astronauta brasileiro poderia aproveitar e mandar para o espaço, mas ao contrario dele, permanecer eternamente por lá?

Comentários em blogs: ainda existem? (4)

  1. Vamos mandar pra la o Congresso inteiro, junto com o Zveiter e o time do corinthians =D
    abraço

  2. Aê, véio, vou propor um meme a você que qualquer dia eu coloco no Pirão. Mas vai pensando…

    5 coisas Legais que eu já fiz na vida;
    5 coisas que eu ainda acho que vou fazer;
    5 coisas que eu não vou fazer de jeito nenhum;

    Abraços.
    VP.

  3. Podia mandar o “império da má vontade” que habita no coração de todos os brasileiros, fazendo só coisas que vão ter benefícios diretos. Isso é uma das coisas que atravacam o desenvolvimento do país.

  4. Não vejo nada de positivo na viagem do Tenente-Coronel Pontes. Foi apenas mais um turista espacial, só que desta vez paga por todos nós. O milhões de dólares gastos deveriam ter uma finalidade mais útil.
    Veja o que diz esta noticia do portal TERRA:
    (NASA ignora Pontes em foto Oficial) “…o brasileiro é listado como um astronauta “viajando sob acordo comercial com a Agência Espacial Russa”. A mesma descrição dada ao bilionário Gregory Olsen, que viajou à ISS em setembro de 2005.”
    http://noticias.terra.com.br/ciencia/brasilnoespaco/interna/0,,OI942533-EI6412,00.html

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*