Quando é o dia internacional do blog?

Você sabia que existe um BlogDay? E que esse “dia mundial dos blogs” é hoje? Logo, parabéns. Vamos comemorar. Êêêêêê.

A data, pelo que consta no wiki oficial da idéia, não tem uma origem bem definida. Mais do que isso: nunca foi comemorada antes. Trata-se simplesmente de uma idéia bacana, criada pelo israelense Nir Ofir. É um convite para que os blogueiros incentivem seus visitantes a conhecerem novas paragens. “Estou sugerindo esta atividade porque nos últimos meses eu senti que, a medida em que surgem mais blogs, perco menos tempo com eles. Com o excesso de informações, visito apenas meu blog favorito”, complementou.

O que me deixou mais intrigado é o porquê do 31 de agosto. Não existe nenhuma referência a essa data com a história dos blogs, ou qualquer fato que sustente sua escolha. Pai do termo “weblog”, o norte-americano Jorn Barger citou a palavrinha pela primeira vez em dezembro de 1997, época em que BBSs, fóruns, newsgroups e afins já promoviam conversações via rede. Se abstrairmos um pouco mais, dá pra usar o 17 de dezembro, data do primeiro post, como data simbólica para “dia internacional do blog”.

Ao mesmo tempo, um outro grupo bolou o International Weblogger´s Day, disposto a fixar uma data para que a comunidade celebrasse o fato de muita gente se mobilizar diante de tanto assunto e opinar usando a caixa de comentários, transformando até mesmo a forma na qual o povo se informa e distribui informações. A data escolhida: 14 de junho.

Enfim. Fica a sugestão para você que deixou passar as duas datas: vamos inventar o Dia Nacional do Blog – peguem um dia qualquer, sem significado algum, e mandem ver. Apesar que dá pra fazer o que o inventor do BlgDay (o desta quarta) inventou, mesmo sem ser no dia – ou ano que vem, vai que a data dele se popularize em relação a outra…

As instruções são simples: Encontre cinco novos blogs que você acha interessante. Preferencialmente de outros países, áreas de interesse, ponto de vista e atitude. E recomende-os em seu blog, sem esquecer de linkar a tag para registro no technorati (http://technorati.com/tag/BlogDay2005) e o site do projeto (http://www.blogday.org). Ao fazê-lo, escreva uma descrição. A postagem deve ser feita neste dia 31 de agosto.

Vou pedir desculpas ao Nir Ofir, mas não escolhi cinco blogs distantes da minha terra, ou da minha cultura. Peguei cinco blogs muito bons, não necessariamente novos, que por alguma razão meio inexplicável, não estão na minha coluna da direita. Mas não deixam de ser referência.

  • Baxt – A Bárbara Axt é um daqueles exemplos da minha teoria de que pessoas interessantes são comprometidas ou moram longe. Ou ambos.
  • Estranhos Links – Sempre gostei desse nome. E das cores.
  • Catarro Verde – Há quem diga que o Sérgio Faria praticamente definiu o que podemos chamar de "estilo para blog".
  • Tripa Nelas Tudo – É o blog do Cardoso, que tinha também um fanzine e tem ainda outro blog no UOL.
  • ¿dequejeito? – O que me surpreende é que, diariamente, aparecem uns cento e duzentos comentários no blog do Moskito…
  • Smart Shade of Blue – É, também não sei porque não incluí na colula da direita… :-P

Uia, tem seis… Oréver. De repente, você conhece outros cinco blogs mais novos e de outros países, que mereceriam uma lista dessas. Diga lá, pois! E feliz fim de BlogDay.

André Marmota adora usar a função “rand” do PHP, combinada com um array repleto de frases diferentes. Paaaaarabéns! Quer saber mais?

Leia outros posts em Faça fazendo. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (8)

  1. É culpa dos spammers vendendo aparelhos milagrosos. Os comentários realmente válidos não passam nunca do número seis.
    E o Sergio Faria é tipo o Patrono da bagaça toda, seja lá o que for um patrono.

  2. André, um dia dos blogs é uma bela idéia que não serve para nada a não ser comemorar o fato que os blogs tem seu dia. Acho fantástico e vou abrir uma cerveja. Iria fazer mesmo sem motivo, mas tendo-o é muito melhor.

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*