Warning: mysqli_query(): (HY000/1194): Table 'mmm_usermeta' is marked as crashed and should be repaired in /home/marmota/www/blog/wp-includes/wp-db.php on line 1877

Profecia para o GP Brasil de Fórmula 1 2008

Ou, como Cassio Politi, autor do palpite a seguir, definiu: um torcedor com o coração na mão, que torce muito por Felipe Massa, embora a ferrari não mereça vencer.

“No domingo, o motor do Hamilton vai explodir na subida dos boxes. Se isso acontecer, e se por um quase milagre o Massa for campeão, faça um teste na segunda-feira. 90% das pessoas vão dizer que sempre assistem aos treinos.

E que o Massa é um ídolo brasileiro. E que ele é o novo Senna. Ou que ele é boa gente. Ou que ele é arrogante… Enfim, vão falar de tudo, sem nunca ter acompanhado o cara.

Ou seja, neguim é foda.”

Tenho certeza que não vai faltar torcida. Pessoalmente, as chances do Massa ser campeão mundial em Interlagos neste domingo é a mesma do Inter chegar à Libertadores 2009, ou da Luana Piovani tocar a campainha de casa, dizendo aos suspiros que sou infinitamente melhor que o Dado.

Atualizado – Não há muito o que dizer a respeito das últimas voltas do GP, que valeram cada minuto acordado. Certamente foi uma das mais emocionantes decisões de título da história. Para quem se frustrou, lembre-se que Felipe Massa não perdeu o título em Interlagos, mas nas trapalhadas da Ferrari durante a temporada. E a despeito das vaias desnecessárias nas arquibancadas, Lewis Hamilton mereceu ser campeão mundial. E em 2009 tem mais.

André Marmota acredita em um futuro com blogs atualizados, livros impressos, videolocadoras, amores sinceros, entre outros anacronismos. Quer saber mais?

Leia outros posts em Curtas. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (9)

  1. Hahahaha, sensacional o palpite do Cássio. O Hamilton vai ser campeão, óbvio, mas vou secar o inglês marrento com todas as minhas forças também. Seria lindo o Alonso jogando o carro para cima do cara, não? Hehehehe, que maldade!

  2. o massinha pode ganhar quantos títulos for, nunca será melhor que o senna. ele não é melhor nem que o alonso… :P

  3. Estava assistindo a qualificação e o jornalista italiano disse que um grupo de torcedores entregou uma camisa do Vasco ao Hamilton. Como flamenguista, estourei de rir: o Vasco é o eterno vice, habituado a perder a final. :)

  4. Comentário egoísta: ufa! a Luana Piovani não vai tocar a campainha da sua casa, dizendo aos suspiros que você é infinitamente melhor que o Dado! hahahahahahahahahahahahha! :P

  5. É meu caro… não foi dessa vez. Como não poderia deixar de ser, tem gente choramingando que Glock facilitou pro Hamilton. Mas não tem muito o que falar, o cara tava com pneu pra asfalto seco quando começou o toró na última voto.

    Se ele tivesse parado nos boxes, não teríamos nem visto a melhor decisão de Fórmula 1 de todos os tempos como você mencionou.

    E pra quem pensa que Glock facilitou, fica a pergunta: por acaso, pensam que Hamilton quis perder o campeonato de propósito ao parar nos boxes a 4 voltas do final e arriscar perder posições pra quem não parou?

  6. Não assisti a uma corrida esse ano_ e há vários anos não assisto. Desde que Ayrton moreu e nenhum piloto bom brazuca apareceu.
    Acompanhava as notícias pela net…
    Mas a decisão me chamou a atenção por ser disputada.
    Como estava viajando, ouvi a corrida pelo rádio. E o que foi aquela última volta! Quase surtei de ansiedade!
    Há tempos não me animava com a F1.

  7. 1 – Mas que feliz coincidência ver um banner do 24 Hour Party People no topo do blog depois de tanto tempo sem pintar por aqui!

    2 – O neguim é foda, e pelo jeito tá chegando mais um aí para mostrar o mesmo, ou para foder mais ainda…

    3 – Adivinha quem voltou a blogar?

    Abração! Whoeeeee!

  8. Não é tão dificil a Luana fazer isso… afinal, ela apanhou do cara e tá até com um processo =P
    E as vaias à Hamilton foram um absurdo, nada a ver fazer isso…

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*