Posts que você nunca viu! E nem vai ver…

Há exatos 30 dias, registrei aqui no MMM o início de uma viagem inesquecível que fiz há dez anos. Trata-se da primeira parte do especial Kiabodoce, que certamente vai ficar como Matrix: exige novos relatos, mas que vão sair muito tempo depois do previsto. Da mesma forma, ainda não tive como esgotar todo o material comemorativo de aniversário, mesmo três meses depois…

Mas o momento é oportuno. As histórias sobre aquela viagem, assim como todas que viram post, devem se sentir privilegiadas: nem todas as idéias pré-concebidas em um ano de blog puderam comemorar sua execução.

Assim, apresento as séries especiais do MMM que nunca entraram no ar. E nem vão entrar, por várias razões. Acompanhhe.

A vida de repórter como ela é – Imagine a cena: você sai da redação para fazer a cobertura rotineira de um assunto qualquer. Durante a execução, um repórter de TV picareta cria caso com o cinegrafista da concorrência, por um motivo bobo. A briga vai parar do lado de fora, como se fossem alunos do primário.

Essa e outras historinhas de bastidores alimentariam esta série, abortada por dois motivos. Primeiro: para minha própria segurança, não dá pra entrar em detalhes. Segundo: existem dezenas de repórteres-blogueiros, como a Erika, que já fazem isso, e muito bem.

Narazaki Folia – A Coluna do Narazaki (que também está atrasada) conseguiu trazer as aventuras e a opinião deste nipônico para a blogosfera. Mas isso já tinha sido tentado em fevereiro, após as peripécias de Narazaki em Salvador, durante o agitado carnaval baiano.

Durante os quatro dias de folia, Narazaki entrava em contato comigo por telefone, descrevendo tudo que viu de mais curioso e pitoresco. Nossas conversas eram gravadas, e o meu trabalho era simples: ouvir tudo de novo e escrever. Hmmm, já posso ouvir algumas risadas ao fundo…

Rádio Marmota – Não é segredo nenhum o meu fascínio por esse veículo. Tanto que, logo no primeiro mês de MMM, esbocei um projeto grandioso – cheguei a pensar até em transmissões ao vivo em streaming. Apenas um sonho maluco: não demorei para perceber o tamanho da viagem e cair na realidade. Em um ano, foram apenas dois arquivinhos. Ainda restam planos em áudio, mas bem mais humildes.

Ainda no braço multimídia do MMM: me espanta saber que nunca fui tão vidrado em TV quanto era com rádio, mas na prática aconteceu justamente o contrário… Vida longa para a Marmota Television.

Memórias alfabéticas de um solteiro – Em junho passado, ainda “celebrava” uma curiosa marca: completava cinco anos sozinho. Mesmo antes do mês dos namorados, cogitei a possibilidade de reorganizar histórias antigas e antigos rabiscos da era pré-blog. Recordações bem humoradas envolvendo minhas tentativas de relacionamento – mesmo os dois que se concretizaram tiveram curta duração. Daria para pegar um caso desses para cada letra do alfabeto, o que seria a espinha dorsal da série.

Mais uma que desisti por duas razões. A primeira: apesar de lidar muito bem com as minhas lembranças e limitações, não há quem não me censure, por achar que dou uma surra em minha auto-estima. A segunda razão fez com que eu amadurecesse muitos conceitos envolvendo o tema. Também pudera: tem lindos cabelos dourados, lábios doces, um sorriso irresistível e um futuro brilhante!

Ao final deste pequeno resgate de idéias, a conclusão é bem simples: seu blog pode ser a extensão dos seus pensamentos, mas existem dezenas de filtros e editores até os mesmos serem revelados.

Melhor assim, senão vira zona.

André Marmota acredita em um futuro com blogs atualizados, livros impressos, videolocadoras, amores sinceros, entre outros anacronismos. Quer saber mais?

Leia outros posts em Especiais do MMM. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (2)

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*