Warning: mysqli_query(): (HY000/1194): Table 'mmm_usermeta' is marked as crashed and should be repaired in /home/marmota/www/blog/wp-includes/wp-db.php on line 1877

Marmotas no Orkut: quem se importa?

Durante o Carnaval, o MMM fez um apanhado sobre o cada vez mais dispensável mundo azul do Mestre Yogurt. Inclusive perguntou aos seus visitantes quais das milhões de comunidades eram as mais, digamos, peculiares.

Como o universo de comunidades esdrúxulas é gigantesco, resolvemos aqui abrir espaço para um grupo seleto delas: as que possuem referência ao simpático roedor que, ao menos por aqui, faz referência a história de uma vida. Existem mais de 50, a maioria relacionada a grupos de amigos, amigas, colegas de turma, confrarias diversas… Uma delas tem até grito de guerra: “Ota ota ota! Clube da marmota!”.

Através delas, é possível identificar inúmeros significados para o termo “marmota”, bastante usado como adjetivo. Marmota pode ser “pessoas que dão muito mais valor a aamizade que qualquer outra coisa, sem querer nada em troca”. Ou ainda quem “não tá nem aí para aparência externa, porque na realidade, o importante mesmo é como somos por dentro”.

Também pode ser “aquela pessoa que só se fode”. Ou “aquele que só fala e faz besteira”. Alguns se reúnem na comunidade “Eu já fiquei com um marmota”, onde as moças revelam seu passado obscuro: “assumem que já beijou um marmota – é, aquele ser horroroso, o qual será motivo para você ser zoado o resto da vida, que você morre de vergonha de apresentá-lo aos outros ou tem medo que te vejam com ele em qualquer lugar”.

Sem falar nas expressões derivadas. Os “marmoteiros” de São Bernardo do Campo, fãs de jackass, colecionam fotos e vídeos com mendigos, pelados no shopping, fantasiados no supermercado… Já os “marmobusters” odeiam as moças que “se acham a última coca-cola do deserto”…

Claro que tem aquelas que admiram o pequeno mamífero. Tem uma que define as marmotas como “animaizinhus muito fofos gordos e meigos, dignos de atenção!”. Outra comunidade apresenta, logo de cara, uma série de questionamentos, além de uma sábia conclusão: “O que é a marmota? O que este animal faz? Que beneficios a marmota traz para a natureza? Existe mesmo uma marmota que faz previsões de tempo? Se voce se sente igual a marmota, então amigo, você é um INÚTIL”.

Como não poderia deixar de existir, outras comunidades fazem total referência ao Dia da Marmota, imortalizado no filme “Feitiço do Tempo”, com Bill Murray e Andie MacDowell. Tanto a favor – “quem nunca viu esse filme não tem vida!” -, contra – “pra pessoas que fazem os dias diferentes ou pelo menos tentam: sejam bem-vindos ao mundo real” – ou mesmo conformistas: “descrição pra quê? Amanhã vai ser igual mesmo…”.

Marmotas também representam manifestações artísticas, como a “Tosqueira & Marmota Pictures”, produtora caseira de filmes-trash como “Terror na Escuridão”, “O Bote”, “Assalto na Rua 3” e “Anoiteceu nas Escadarias”. O bicho também dá nome a duas bandas: Osmarmotta, uma banda de rock de Porto Alegre, e a Marmota II, de Itapevi – cujo estilo “mescla o Pop/Rock, música brasileira, hardcore, heavy metal e pagode”. No mínimo, bem divertido!

As marmotas também trazem a essência das comunidades absolutamente dispensáveis, como o “jogo de baralho da marmota”, com um regulamento incompreensível, ou o “templo da Marmota: o culto à Marmota é uma prática muito importante”.

Tem ainda o grupo criado “para aqueles que reservam em seu coração um espaço para estes bichinhos graciosos que ainda reinarão na vida selvagem”, “para os adoradores das marmotas malignas do Gabão”, “para as pessoas que acham a marmota o ser mais importante para a sobrevivência e reprodução das Betaras Javanesas”, “para pessoas injuriadas e que já gritaram MARMOTA na frente da casa do Mayer para descontar sua raiva”… Ou esta bizarrice: “apreciamos comer carne de texugo empanada e asinha de marmota frita, assim como fígado de babuíno, joelho de tilápia, pescoço de avestruz e sashimi de ornitorrinco. Tudo isso com um bom chopp!”.

No fim das buscas, ainda encontrei outro cidadão que tem a honra de levar consigo o mesmo apelido. Ramiro: o Marmota, segundo Jô Soares (!!!). “Maior roedor de unhas já flagrado na televisão brasileira, vestindo a camiseta do Inter na platéia do programa”, explica a apresentação. Ligada a um grupo de alunos de engenharia mecânica da UFRGS. Sujeito com a camisa do Inter chamado Marmota? Mmmhhh…

Finalmente, a mais popular, com mais de mil membros: Marmots with Lasers! “Nice marmot. If marmots had laser eyes would there be less people living in the Pacific Northwest? Or would it just make life in these here united states a little bit more interesting? Like we need one more thing to worry about. The badgers with lasers are probably just going to come over and kick our tiny little marmot butts anyway”.

Enfim, mais um post sobre absolutamente piciroca nenhuma. Dos males, o menor: não existe comunidade esdrúxula alguma relacionada a este blog.

Em tempo: para você não perder a viagem, um levantamento com as mais atuantes comunidades jornalísticas do Orkut. Bem mais útil.

E mais: assino embaixo a opinião da Dani: o Orkut está largado. “Fotos quebradas. Comunidades sumidas… Amigos que somem da sua lista. Scraps que desaparecem. Testimonials que somem. Impossível de navegar – bad, bad server o tempo todo”. No donut.

Comentários em blogs: ainda existem? (4)

  1. A história do cara com a camisa do Inter me chamou a atenção. É impressionante o que um comentariozinho idiota do Jô Soares pode fazer. A vida das pessoas anda vazia demais mesmo.

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*