Malditas formigas!

Elas estão em toda parte, bastam apenas algumas horas circulando pela casa para chegar a essa assustadora conclusão. No armário do banheiro, em cima da pia, na mesa do almoço, no quintal de casa… As formigas estão empesteando todos os cantos da casa, vindas sabe-se lá de onde, apenas para azucrinar a nossa paciência.

Mas afinal, de onde vem esse bicharedo?

Para responder a essa intrigante questão, contei com a ajuda desta matéria da Kátia Deutner, publicada originalmente pela Folha de S. Paulo, em fevereiro deste ano. Coincidentemente, assim como agora, o verão proporciona o clima ideal para as pestinhas, que se adaptaram perfeitamente ao modo de vida urbano.

“É a época em que mais aparecem, pois as altas temperaturas colaboram para a procriação. As formigas tornaram-se agressivas e dominaram o novo ambiente, instalando-se em frestas e conduítes”, conclui a bióloga Ana Eugênia Campos-Farinha, pesquisadora do Instituto Biológico e entrevistada pela repórter.

A reportagem abre com um título, no mínimo, estarrecedor: a cada dez casas paulistanas, nove possuem focos de formigas! Outro detalhe: apenas 30% das moradoras dos formigueiros saem para buscar alimento! Isso quer dizer que, além daquelas que você já pisoteia no dia-a-dia, ainda restam 70% para eliminar!

Mesmo contando com a ajuda de sacolas de compra e vasos de planta para “viajar” até a sua casa, a repórter lembra ainda que os bichos são andarilhos incansáveis. A matéria continua com esta pequena seção de dicas para se livrar dos hóspedes, mas avisa que as principais recomendações estão relacionadas a limpeza e acondicionamento do lixo.

Importante: o uso de inseticidas em spray não é recomendado! Você acaba com a raça de poucas, enquanto as demais fogem com a Rainha e se instalam em outro lugar, infestando ainda mais o ambiente. Aliás, a bióloga acredita que ninguém precisa se transformar em um “formicida”.

Ainda sobre o tema, está circulando pela Net um “método infalível”, que na prática lembra uma cena do filme “Corra que a Polícia Vem Aí”. Peguei a transcrição feita pela Cherie nesta segunda-feira:

“Providencie os seguintes ingredientes: um punhado de sal, uma dose de pinga, uma tampinha de refrigerante, um palito de fósforo e uma pedrinha pequena. Coloque o sal na mesa, perto de algum pote de açúcar. Coloque a tampinha de refrigerante a uma distância de 5cm e preencha-a com a dose de pinga. Coloque o palito de fósforo deitado na mesa a uma distância de 5cm da tampinha. Perto do palito e na direção oposta à tampinha de refrigerante, coloque a pedrinha de maneira que fique perto do palito, mas não encostado. Apague a luz para que as pestinhas apareçam e veja o que acontece: a formiga, achando que é açúcar, vai comer o sal. Vai se engasgar e ficar com sede. Vendo a tampinha de refrigerante cheia de água (pinga), tomará num gole só o que puder. Ficará tonta e embriagada e sairá calambeando até tropeçar no palito, estrategicamente colocado, batendo assim com a cabeça na pedra e morrendo imediatamente”.

Sacaram? Sal, pinga, palito, pedra… Uaca uaca uaaacaaa!!!

Comentários em blogs: ainda existem? (13)

  1. E o restante dos ingredientes!É perigoso lamber o sal tomar a pinga (toda) cair bater a cabeça e ainda servir de comida pras formigas…….s

  2. falaaa marmota…Você foi premiado com o meu Award… parabéns…Caso você queira o código do selo basta me mandar um e-mail com o devido requerimento…Abraços RaMP !

  3. carau… lá em casa eu que devo ser o forasteiro tamanha é a quantidade de formigas que rondam por ali… Ate no controle remoto elas se instalaram… talvez nao gostem dos programas que eu assisto… hehehe..abracos do bacteria

  4. Essas formigas enchem o saco mesmo… Quem pensa que elas são limpinhas engana-se profundamente. Elas andam por tudo que é superfície seja ela limpa ou suja. Argh!bjoo

  5. Hummm acho que nem assim eu acabo com as formiguinhas (rs). O meu esterismo foi enorme quando voou uma barata voadora 1:00 h pela janela nossa! Nem te conto.Olha pode colocar a imagem da foto do carro tem gente postando e como não houve um regulamento para isso a princípio não poderia mas….´s

  6. Fala Marmota Realmente as formigas são uma praga. basta deixar uma migalha de pão e lá vem aquele batalhão. Agora que os bichos são organizados ah se são!!!Abraço Leo

  7. Olá Marmotinha!Formigas? Tenho trauma. Minha sobrinha teve uma reação alérgica terrível a uma picada de uma dessas minúsculas malditas. Ainda bem q elas não sabem o poder q tem…Beijinhos.

  8. FORMIGUINHAS JAPONESAS Duas formigas japonesas se encontraram no meio da rua: – Qual é o seu nome? – Fu. – Fu o que? – Fu Miga – E o seu? – Ota. – Ota o que? – Ota Fu Miga

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*