Homenagem ao Everest

Nesta quinta-feira, o mundo celebra os 50 anos da conquista do Everest, a maior montanha do mundo. E aqui nós não vamos deixar esta importante data passar em branco!

Não, não vamos fazer um site especial semelhante ao do National Geographic Channel, seria muita pretensão. Preferimos resgatar um velho poema, clássico do cancioneiro folclórico cacofônico brasileiro. Com vocês, uma das milhares versões de O Cume!

No alto daquele cume
Plantei um pé de roseira
O mato no cume cresce
E as rosas no cume cheiram

Na hora crepuscular
Tudo no cume aparece
Vaga-lumes no cume brilha
Cobra no cume padece

E quando vem a chuva
Sarapicos no cume sai
Abelhas no cume entra
Viados no cume sai

Quando cai a chuva grossa
A água do cume desce
O barro do cume escorre
O mato no cume cresce

E quando a chuva cessa
No cume volta a alegria
Pois volta a raiar depressa
O sol que no cume ardia

Mas quando no cume bate o sol
É uma beleza de ver
Vertentes no cume nasce
Por cima das pedras pega a correr

E quando a noite no cume chega
Ouço grito, ouço vozes,
Que me deixam quase louco

Mas quando chega a madrugada
No cume volta a alegria
Ouço o cantar da passárada
No cume nasce um novo dia.

Cá entre nós, estes versinhos devem ter bem mais de 50 anos…

Ainda sobre o tema, ninguém falou mais nada a respeito da polêmica levantada pela Revista Época? Waldemar Niclevicz, único brasileiro que escalou o Everest, seria uma fraude? Veja as matérias relacionadas aqui e aqui.

André Marmota acredita em um futuro com blogs atualizados, livros impressos, videolocadoras, amores sinceros, entre outros anacronismos. Quer saber mais?

Leia outros posts em Plantão Marmota. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (8)

  1. Marmota, Marmota… Tudo bem que a maldade está na cabeça das pessoas, mas no terceiro verso não seria Veado? Viado com “i” dá margens à outra interpretação, bem menos poética…

  2. Q figura ! Conheço o Ian (alias vou conhecer …) e ele falou pra q eu lesse seu blog …e ai eu dou te cara com esse poeminha safado…Pra um paulista até q vc é bem criativo e engraçado …Juntando com o Ian e um amigo q mora no RIO…são 3 os paulistas legais q eu conheço…Show de bola o seu blog ! Irado ! (é todo carioca q se preza fala essas girias idiotas mesmo …eu assumo…)Um beijão,Danizinha (q não tem blog, mas adora ler os dos outros)

  3. AHAHAHA… que feeling esse teu hein… Adivinhaste que os caras eram gremistas… Estavam com a camiseta por baixo dos blusões todos…e falando que iriam torcer pq o tal time ia representar o Brasil….Fala séério.. Ainda bem que a camiseta estava bem escondidinha….

  4. Marmota, não sabia da polêmica sobre Niclevicz. Fiquei surpresa!Lembro de quando ainda no colégio ele foi falar pra gente sobre suas escaladas… Era amigo/conhecido, sei lá, de nosso professor de geografia. Será que é mesmo uma fraude? Estou chocada!

  5. Não sabia dessa polêmica… há tempos atrás fiz uma pesquisa sobre o Everest e descobri sobre o seu movimento. Fiquei perplexa e pensei: Jesuscristinho, se o Everest se movimenta, porque raios eu fico parada às vezes ? :)

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*