Enriqueça seus textos com chavões!

Vamos abrir com chave de ouro este post, trazendo ao ilustre visitante o endereço do Homem-Chavão. Uma agradável surpresa entre estes recônditos rincões da web. O inspirado herói arrebenta a boca do balão, trazendo diariamente rápidas pinceladas de bom humor, transformando manjadas frases feitas em uma verdadeira comédia de erros.

A idéia está longe de ser um divisor de águas. Mas certamente o Homem-Chavão não imaginava ser este site um negócio da China. Felizmente, pelo andar da carruagem, esta lacuna preenchida vai manter acesa a chama dos blogs, adiando o fim da novela – que tem o modismo desta onda como pano de fundo.

Nessa altura do campeonato, talvez nem seja preciso dirimir suas dúvidas, discorrendo a respeito do tema propriamente dito. Ainda assim, se você estiver com a pulga atrás da orelha, vale conferir este exemplo imperdível. Soltando os Bichos é uma obra prima de Luiz Patriota, um dos mais valorosos e dedicados colaboradores do Virunduns. Além de atingir em cheio o que pretendemos dizer, o exemplo, extraído do próprio site, representa uma singela homenagem a este prestigioso serviço.

Pois é, se a gente que é pombo não diz, quem vai dizer? Vivemos tempos bicudos em que muita gente boa está matando cachorro a grito, enquanto outros andam por aí chamando urubu de meu louro. Também, foram botar a raposa pra tomar conta do galinheiro e aí o bicho pegou. Outra vez os “homi”, que sempre fizeram o povo de gato e sapato, vão querer que a gente pague o pato! Nós, que temos que matar um leão por dia, temos mais esse sapo pra engolir…

Nesse mundo cão é sempre assim: papagaio come milho e periquito leva a fama. E até explicar pro povo que focinho de porco não é tomada, a vaca já foi pro brejo! E é aí que a porca torce o rabo…

Sempre que o gato sai, os ratos fazem a festa. Pode tirar o cavalinho da chuva quem espera que os “homi” façam a parte deles. Não adianta procurar chifre em cabeça de cavalo: a coisa só chegou a esse ponto porque muitos preferiram fazer boca de siri ao invés de soltar os bichos. Isso é briga de cachorro grande! E sempre arrumam um bode expiatório pra tudo que eles aprontam.

Mas, como de grão em grão a galinha enche o papo, vai chegar o dia da onça beber agua! E ai nós vamos lavar a égua!!! Quem viver, verá: a cobra vai fumar!!!

Mais uma vez, cuidado!!! Macaco velho nao põe a mao em cumbuca e jacaré nada de costas em rio que tem piranha!!!

Pois bem. Você também pode correr atrás do prejuízo e conquistar seu espaço nesse terreno fértil, agradando a gregos e troianos e mostrando seus sólidos conhecimentos sobre nossa língua pátria. Existe um vasto leque de opções, o fantasma do chavão será, para sempre, uma lenda viva! Esta é a hora da verdade! Não fuja da raia e coloque a mão na massa: tire do bolso do colete aquela velha sacada e arrebente a boca do balão!

Mais uma vez, Marmota também é cultura. E antes de tecer seu comentário, a cartada decisiva para colocar um ponto final na discussão: quantas expressões e frases feitas existem neste post? Para você matar a charada, e principalmente seguir à risca.

Serviço: compare preços do livro Homem-Chavão no Buscapé.

(Postado em 12/08/2003. Aliás, o Luiz Patriota sumiu, não?)

André Marmota adora usar a função “rand” do PHP, combinada com um array repleto de frases diferentes. Paaaaarabéns! Quer saber mais?

Leia outros posts em Faça fazendo. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (6)

  1. Perfeito seu texto. Você pegou o espírito da coisa e entrou no clima pra valer. Neste momento corre uma lágrima pelo meu rosto de emoção pela homenagem…

  2. Há, hoje é o dia dos chavões, das frases feitas, dos aforismos e dos axiomas! Tava trocando idéias com uma garota nos comentários do Febre Alta e ela tava falando das máximas que um conhecido dela costuma cometer. Vou dar um pulo lá no Homem Chavão.Ah, eu vi o comentário do Inagaki! Realmente, não faltam feras nesse nosso universo blogueiro. Agora, esse negócio de cadeira número um pra mim num rola. Num tenho esse poder. Se bem que seria ótimo, porque o que anda chovendo de mulher na horta do Randall… (risos)

  3. Luiz Patriota, era esse o nome dele?

    Eu adorava esse blog desde a época do começo do Zip Net, e acessava todo dia. Daí, veio o lviro, e parece que as idéias foram diminuindo. Uma hora os chavões acabam, né?

    O blog virou um grande chat room e a maioria dos posts se tornou uma discussão sobre a formação de uma impenetrável panela.

    Pouco tempo depois da criação da “tripa” pra conversas paralelas, e com o sumiço do Homem-Chavão pro vice-presidente Clint quase assumir o blog completamente, eu acabei desistindo de visitar.

    Mas com certeza foi um dos melhores blogs que já vi! E eu ADORO chavões, hehehe!

    Abraço!

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*