Vocé é linda!. E daí?

Uma das vantagens de estar solteiro é poder elogiar, sem medo de ser feliz, toda a graça e formosura de moças que encontramos em nosso dia-a-dia. E pode parecer uma mera atitude desesperada de um franco-atirador, mas não: apesar de alguns exageros, costumo usar apenas palavras sinceras.

Agora, a desvantagem. Por uma série de razões que fogem do controle de qualquer mortal, normalmente o retorno, ao menos para mim, é um tanto quanto… Hmmmm, como posso dizer…

Enfim, ultimamente ando colecionando algumas respostas no mínimo reveladoras das minhas interlocutoras ao soltar a frase “você é linda” e todos os seus afluentes.

– Você acha, é? Pena, mas não tenho como dizer o mesmo…

– Fofo. E você é muuuito engraçado!!!

– Ah, mas você é meu amigo. Assim não vale.

– Que legal… O Abílio, meu namorado, também acha!

– Lá vem você de novo com esse xaveco furado…

– Assim você vai me deixar sem graça… É melhor parar com isso, tá?

– Tá falando de mim? Pensei que fosse daquela que você tava afim esses dias…

– Olha, antes que você venha me dizer mais alguma coisa, saiba que eu não tenho dinheiro e na minha família só tem louco…

– Acredita que eu também achava? Pena que você seja assim, tão… Assim.

Preciso dizer “e eu, uma pedra”? Pedra dura, tanto bate até que, um dia… Enfim, bom final de semana a todas as belas moças que passarem por aqui!

(Postado em 02/11/2002)

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*