Vaquiiiiiiinha!

Essa é para os paulistanos nativos ou a passeio. Você pode até achar que isso não é arte nem aqui nem no curral, mas admita: é impossível não gritar “vaquiiiiiiinha” diante das peças criadas para a Cow Parade, exposição itinerante que já passou por 24 cidades e considerada a maior do gênero do mundo, que permanece na capital até seis de novembro.

São 150 vacas espalhadas pela área central da cidade. Todas feitas em fibra de vidro anti-pichação e fixadas em uma base de concreto anti-roubo – ou seja, se alguém quiser mesmo ter uma dessas mimosas em casa, terá que esperar pelo leilão ao final da exposição. Cada uma será vendida por, no mínimo, R$ 5 mil. Leia mais sobre a Cow Parade nessa matéria do UOL/Reuters.

Gritar “vaquiiiiiiinha” foi o máximo que já consegui fazer – e já virou piada interna gritar “vaquiiiiiiinha” também na descida da Augusta, ao lado daquelas casas de fino trato repleta de neons coloridos. O grande barato, no entanto, é interagir com elas: passar a mão, tirar fotos, escolher a mais legal… Eu gostei daquela que tem uma placa “animais na pista” – fica no final da Paulista.

Comentários em blogs: ainda existem? (11)

  1. Caramba, acho que todo mundo grita “vaquiiiinha” quando vê alguma “vaquiiinha”! Eu também estou nesse clube! Beijos

  2. OLá =]

    Muito bom seu blog, parabens pelo trabalho.
    Realmente esse esquema de “Vaquiiiiinha” pode ser util hehe

    Otimo fim de semana pra tu =]

    [s]s

  3. Na boa, eu acho essa Cow Parade de extremo mau-gosto e tosquice. Quando me deparo com uma vaquiiiiinha, eu só falo “ô saco” mesmo!

    Desculpa, eu provavelmente vou ser o único comentante que não gosta, mas a verdade é essa! :P

    Abraço!

  4. Forma inusitada de arte contemporânea (apesar de não achar mais nada inusitado). Quando estive em Sampa, em junho passado, fiquei horrorizado com a decadência da rua Augusta, no trecho entre a Paulista e a Estados Unidos. Talvez as vaquinhas sirvam para colorir um pouco a cidade cada vez mais cinzenta.

  5. O problema lindinho, vai ser gritar “vaquuiiiinnnnhhhaaaa” em algum lugar e acabar recebendo uma “resposta”
    de uma com duas patinhas!!!!!

    Beijão

    p.s. obrigada pela visita… Vai lá quando quiser…

  6. Ah, que lindinha a “vaquiiiinha”!!! =P
    São super simpáticas!
    Não moro em SP, e dificilmente passarei por aí, mas esse até que seria um bom motivo, né?
    Abraços!

  7. Ô, gajo desnaturado…

    Apareci aqui procurando um post emocionado sobre a liderança do brasileirão e nada. Enfim… fica o *parabéns* assim mesmo!!!!!!

    Beijocas da botafoguense

  8. Eu olhei umas três vzs neste mapa e vi que não consta (ou não enxerguei mesmo) a que se encontra em frente à Praça Buenos Aires, na Rua Augusta, que por sinal, está ‘pixada’…

    Eu curti a Baca que está em frente à Fiesp, se pudesse iria em todos os locais fotografar, mas a verdade é que fica complicado…

    Vamos marcar algo na casa do Casal 482!?

    Abraços!

  9. É, acho que essas vaquinhas só servem pra turista ver e gritar “vaquiiiiinha”. Mas até que não deve ser muito… Fico imaginando se fosse uma exposição de veados (os animais!), o que ia ter de gente gritando “pula viadinho” nas ruas, não tá no gibi!

    Abraços!

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*