Só o ôme é que pode ti ajudá!

Nas últimas semanas, o canal a cabo SporTV exibe uma chamada sobre a transmissão ao vivo do Campeonato Brasileiro. Imagens futebolísticas se alternam enquanto uma música incomum é executada. Parece um samba bem humorado, interpretado por um sujeito de voz grossa. É preciso ouvir mais de uma vez para saber do que se trata.

Intrigado com a propaganda, fui atrás do sujeito da voz grossa. E descobri Noriel Vilela. Sujeito conhecido também como o tenor do samba e um dos pais do que chamamos hoje de samba-rock – estilo popularizado por Jorge Ben no final dos anos 60 e que, vez ou outra, vira pop graças a algum Art Popular da vida.

Mas enfim. Em meados dos anos 60, Noriel Vilela era a voz “destoante” dos Cantores de Ébano, grupo que fez algum sucesso há cerca de 40 anos. Em 1968, partiu para a carreira solo, época em que lançou “Eis o Ôme” – disco que traz justamente a musiquinha resgatada pela SporTV.

Tanto esse quanto seu segundo disco trazem manifestações religiosas afro (macumba, umbanda e afins) ao seu repertório. E “Só o Ôme” nem é o maior sucesso de Noriel Vilela: este chama-se “16 Toneladas”. Se você também não conhecia, aponte seu programinha em busca de Noriel Vilela – e siga a bolinha saltitante.

Ah mô fio do jeito que suncê tá
Só o ôme é que pode ti ajudá
Ah mô fio do jeito que suncê tá
Só o ôme é que pode ti ajudá

Suncê compra um garrafa de marafo
Marafo que eu vai dizê o nome
Meia noite suncê na incruziada
Distampa a garrafa e chama o ôme
O galo vai cantá, suncê escuta
Rêia tudo no chão que tá na hora
E se guáda noturno vem chegando
Suncê óia pa ele que ele vai andando

Ah mô fio do jeito que suncê tá
Só o ôme é que pode ti ajudá
Ah mô fio do jeito que suncê tá
Só o ôme é que pode ti ajudá

Eu estou ensinando isso a suncê
Mas suncê num tem sido muito bão
Tem sido mau fio, mau marido
Inda puxa saco di patrão
Fez candonga di cumpanheiro seu
Ele botou feitiço em suncê
Agora só o ôme à meia noite
É que seu caso pode resolvê

Comentários em blogs: ainda existem? (26)

  1. Ah, mas está ótimo! Desde menino que eu queria a letra dessa música! Também lembro do 16 toneladas! Bom mesmo.

  2. O 16 toneladas do Noriel é um classico. A cançao nao é dele, foi gravada por deus e o mundo em ingles, espanhol e outras linguas mas a dele tem o que os outos nao tem: a voz. O Funk come la gusta gravou recentemente e é muito balançada, mas na hora do grave final, se lembra sempre de Noriel. So mais uma coisa. Eu nao sabia que ele era conhecido como tenor do samba. Nao é pra menos. Se Noriel era tenor, Pavaroti talvez seja entao soprano de coro infantil. Noriel é baixo natural, coisa rarissima.

  3. Achei super bacana essa vinheta do campeonato brasileiro feita pelo SporTv com essa musikinha. Nota 10. Soh nao consegui achar ela na net…
    abraço

  4. Cantei muito isso, quando era muleque (no século passado). Mas não me lembro do 16 toneladas. Como era?

    Outra coisa, um cara com aquela voz ser chamado de tenor é muito estranho. O cara era baixo mesmo, como disse o Flávio.

  5. Depois de uma longa procura na rede, finalmente achei você. É um ponto de macumba da melhor qualidade, numa voz que foi feita para cantá-lo.

  6. Essa música é ótima e o Noriel era o ôme dos cantores de ébano. Estou tentando resgatar esta música na internet sem sucesso.

  7. Essa musica e muito legal.
    Você ouve ela e fica prestando atenção na historia.
    Muito divertida.. estou tentando baixar no Kazza mas não estou conseguindo. mas vale a pena.

  8. Nossa cara, eu tava procurando essa musica desesperado, muito legal, num creio q achei a letra e quem canta, valeu mesmo cara, falow…

  9. Aos que queiram baixar (di grátis)a referida música, basta procurar no Google com
    as palavras “SÓ O ÔME”. Aliás, há 2 outras músicas do mesmo autor de Só o Ôme (Edenal Rodrigues Avarése), cantadas pelo Noriel Vilela, que nunca foi tenor e sim um baixo profundo.

    Abraços,

    ZeRo

  10. Quem tiver e puder me enviar informaçõs sobre o Noriel Vilela. estou tentando montar um documentário sobre ele quem foi um super sabista.

  11. Eu estava procurando por esta música, “Só o ôme…” e escrevendo parte dela, encontrei no seu Site, a partir do Google. Clocando o nome de “Noriel Vilela na parte de pesquisa do eMULE, programa que baixa músicas e outros da Intenet, encontrei uma relação de músicas para baixar. Se tem o eMULE instalado vc vai encontar. Se quiser posso baixar e tentar lhe enviar. As faixas são em MP3, em geral.
    Att, Helson

  12. Olá pessoal, descobri recentemente Norie Vilela, e gostei muito da sua música, e principalmente da voz do cara, mto massa mesmo. Fiquei curioso em saber oq se refere o termo 16 toneladas, pessoal se vcs puderem me passar esta informação serei grato a todos!!!
    abraço a todos
    att Jandyr

  13. Pô, cara, valeu mesmo! Conheci essa música aqui em SSA através de uma resenha esportiva… os caras usam como música-tema de Pai Ambrósio, um pai-de-santo “de araque” superdivertido q tira o maior sarro c/ a torcida do Bahia…

  14. Para aqueles que não conbecem , a música pertence aos “contores do Ébano, e esses tempos teve uma reportagem com eles procurando gravar discos., foi muito interessante.

  15. Eu gostei muito em saber que ainda hoje, tem tanta gente que curte meu pai.valeu gostaria de conhecer voces.

  16. Essa é uma surpresa!Tem muita pouca informação sobre Noriel Vilela,principalmnete que ela tinha filho.grande abraço

  17. como conseguir “só o ômi” em vinil ou, melhor, CD? O que estão esperando as gravadoras, que tanto lixo gravam? Ora, queremos nos partir de rir! O Noriel é um baita macanudo da MPB!

  18. Não obstante o aviso de mudança de endereço, aviso aos navegantes que consegui baixar no Dreamule 19(DEZENOVE)músicas do Noriel. Se interessar a alguém, é só entrar em contato.
    maciel./ Fortaleza/CE – 04/7/2008

  19. Oi, só agora conheci este site e valeu a pena, faz tempo que eu estava atrás desta música, que ouvi muito quando criança – além das “16 Toneladas”, que do original (tipo um rhythm & blues) virou um sambinha gostoso e divertido. Isto sem contar o tempo em que Noriel era um dos “Cantores de Ébano” de Nilo Amaro. O “Ôme” era super!
    Ah, e quem quiser escutar “16 Toneladas”, entre em http://www.youtube.com/watch?v=47wH2_ojG3I.

  20. Que maravilha saber que meu querido e saudoso tio está com sua obra sendo visitada e divulgada por gente tão bacana. Que tal fazermos uma campanha para um documentário sobre o precusor do sambalanço!!! esse era o cara!!!

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*