Que marmota é essa?

Estive recentemente em Fortaleza, uma das cidades do nordeste onde a expressão “marmota” está longe de ser apenas um apelido de infância. Inclusive alguns amigos questionaram: “você sabe o que esse seu apelido aí significa no Nordeste, não?

Para quem nunca ouviu, basta rever alguns capítulos de Senhora do Destino. Tanto Maria do Carmo (Suzana Vieira) quanto Sebastião (Nelson Xavier) não cansam de perguntar, diante de uma situação inusitada:

Peço emprestado a pergunta-título para compartilhar uma inquietação. A novela, maior sucesso das oito neste século, foi ao ar entre 2004 e 2005 – esses dias, como já escrevi aqui. Em cinco anos, muita informação já sumiu da Internet. Mas muito conteúdo publicado na época em que Senhora do Destino foi ao ar permanece disponível. Informações que contam todos os detalhes, inclusive os capítulos finais – este aqui é só um exemplo. Com algum esforço de busca, é possível baixar capítulos inteiros em vídeo, muito além dos recortes no YouTube que, diga-se, também revelam várias cenas do enredo. O mesmo se aplica a qualquer outra reapresentação produzida pós-web – como tentaram fazer com Belíssima e farão com o grande sucesso de Walcyr Carrasco antes de Caras & Bocas, Alma Gêmea.

E é incrível como, diante de tanta informação abundante, a maioria dos visitantes do Próximos Capítulos caem aqui procurando pelo que virá a seguir no Vale a Pena Ver de Novo! Que marmota é essa?

Para não frustrar quem chega aqui via Google, seguem algumas “marmotas” que ainda virão – boa parte delas rememoradas em pesquisas na web. Regininha vai engravidar de João Manoel, e vai ter que casar! Eleonora e Jenifer também casam! Nalva fica com o deputado Tomas Jeferson! Viriato não conta pra Duda que vai passar dois anos em Paris e ficam esse tempo todo longe! Nazaré aparece no casamento de Isabel com Edgard e foge espetacularmente no táxi de Constantino! Crescilda vai ser a puxadora de samba da escola, mas a Unidos de Vila São Miguel fica em terceiro no Carnaval, porque inventaram uns troços como celulares (assim como na novela toda)! Daiane vai engravidar de Bruno, mas no fim fica com Shao Lin! Ela se torna uma brasileira muito famosa (primeira mulher a ganhar o Nobel), assim como Bianca (a primeira presidente do Brasil)! Bruno vai ser sequestrado pelo próprio pai e, quando Shao Lin descobre e Do Carmo revela ao povo que foi presa por causa dele, o prefeito é morto a pedradas! Aliás, Do Carmo fica na mesma cela de Nazaré – que surta ao limpar privada de cadeia! Viviane termina a novela com o Senador Lima Duarte! Cláudia cai da escada e Naza, pensando que am menina morreu, confessa que matou Tarcísio Meira! Yara, que merecia mais na novela (isso merece um post sozinho), opta pela vida de executiva e deixa o Dado com o Dado! Seu Jacques consegue se aposentar e termina com a irmã de Djenane! Raul Cortez, com câncer (infelizmente), deixa a história mais cedo ao lado de Glória Menezes – os barões de Bonsucesso terminam em Paris, no auge! Mas antes de voar, diz a Leonardo que não

Comentários em blogs: ainda existem? (5)

  1. Ah, eu devo ser uma chata. Mas lá vai:

    a) Marmota não se usa só no Nordeste, etc etc etc. O Nordeste influenciou imensamente o Norte pelas migrações no século XIX e XX, etc etc etc, e você vai ouvir a palavra marmota usada nesse sentido no Acre, Roraima, Amapá, etc etc etc;

    b) Eu nunca gostei de Senhora do Destino. Acho a novela chata, com atuações intragáveis. Só o que se salva é a Nazaré Tedesco, que Renata Sorrah transformou em ícone, em uma época que nada dura mais de dois anos na memória popular. A Nazaré, inclusive, contaminou a outra personagem da Renata (em Duas Caras, outra novela chata e intragável), que começou sonhadora, boazinha e sofredora, e terminou paranóica e solítária, usando a própria filha numa guerra de egos com…a personagem da Suzana Vieira! Dèja Vu, déja vu?

    b.2) Por achar esta novela insuportável, não consigo concordar que seja a melhor novela das oito do século. Paraíso Tropical foi muito mais bem acabada, com uma sequência lógica e universo ficcional bem definido, utilização de dados de capítulos do início da trama na solução de conflitos no final,e personagens mais carismáticos (novamente, à exceção do Insosso-Fazemos-Amor-em-Slow-Motion casal principal de Fábio Assunção e Alessandra Negrini, que teve a cena magnificamente roubada por Camila Bebel Pitanga e Wagner-Olavo-Moura). À exceção da forçadíssima cena-clímax do último capítulo, onde Wagner-Olavo-Moura teve de usar todo o seu talento para contar, sangrando na parede, com um tiro no peito, arfando, em apenas dez minutos de solilóquio, uma história absolutamente inventada apenas para chocar o público e causar surpresa, revelando quem matou Thaís. :D

    c) Prometo não fazer mais comentários do tamanho de posts, prometo. :D

  2. Ah, e claro. A Favorita. Cada capítulo uma descarga de adrenalina. Excelente direção. Tratamento de cinema. Cerca de trinta personagens, apenas. Pouca ou nenhuma apelação. E a consagração definitiva de Patrícia Pillar. :D

  3. Ah, e como você já presenciou, André, minha mãe também usa a palavra marmota, pra designar algo sem pé nem cabeça. Tipo, colocar a camisa dentro da cueca: mas que marmota! Hahahahaahahaha!

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*