Provocações sobre o Miss Brasil

Não deveria polemizar aqui sobre essa bobagem, mas vamos fazê-lo. Reescrevo aqui o comentário de alguém que não gostou do texto sobre a Miss Brasil. Como normalmente acontece com quem só critica, a pessoa não teve coragem de se identificar. Apenas assinou como Desirée.

Além de Marmota, preconceituoso???!!!! O que é que é isso?? “A do Pará é negra (…)” e “E essa amazonense japonesa?”. Sem falar que ainda acrescentou o comentário de que o fato da candidata ser negra poderia fazer diferença!!! Tá na hora de crescer, abrir o olho e ver que o mundo está além do seu conceito branco de São Paulo. Espero que consiga! Boa sorte e foi um desprazer ler esse seu escrito.

Como de praxe, tentei enviar uma resposta por e-mail. Aquele que vai com o meu nome, sobrenome e apelido no final. Mesmo imaginando que a mensagem voltaria. Mas enfim.

Desiree, não tive a intenção de provocar qualquer desprazer. Mas vá devagar nas pedras com seus comentários. Longe de mim ser preconceituoso! Veja só o que te chamou atenção no meu texto:

– Minha observação sobre a miss paraense ser negra. O que mais eu escrevi? “Não sei, não, isso pode fazer uma diferença”. Como realmente fez! Ela terminou em terceiro lugar e irá representar o Brasil em um dos concursos de beleza mais conhecidos do planeta, o Miss Mundo!

– O fato da amazonense ser “japonesa”. E desde quando isso é algum preconceito? Só achei curioso o fato de uma Miss Amazonas – Amazonas, região Norte, com suas características próprias, sua beleza pessoal e intrínseca – ter indicado uma moça com feições orientais. Ou isso lhe parece normal?

Talvez eu tenha sido infeliz em não ter sido mais didático. Ou ainda não ter esclarecido nos primeiros parágrafos que uma das mais belas misses eleitas nos últimos anos, a Deise Nunes, era negra. Ou ainda que tenho muitos amigos negros, japoneses, alguns homossexuais. Respeito todos eles.

Mas você deve concordar comigo que, quem precisa crescer são aqueles que ainda enxergam “conceito branco” nas pequenas coisas e se acham perseguidos o tempo todo, culpa de uma mentalidade ridícula que alimenta essa segregação ainda mais estúpida.

Outra coisa: espero que o seu e-mail (ou mesmo seu nome) sejam verdadeiros. Adoraria receber uma resposta e até prolongar essa discussão. Se você morar em São Paulo, prometo até te pagar um almoço.

Claro que o e-mail voltou. E mais claro ainda: pela expressão “conceito branco de São Paulo”, só pode ser carioca… De minha parte, sem preconceitos, afinal, também conheço pessoas extraordinárias por lá. Aliás, reafirmando: bem que o Rio de Janeiro poderia ter tido mais sorte na escolha da sua miss…

Apenas para esclarecer: bobagem é opinar sem querer aparecer, e não discutir segregação racial, um problema que realmente existe. Discussões sobre preconceito, evidentemente, são absolutamente bem vindas. Preferencialmente com assinaturas autênticas.

Enfim, voltamos a nossa programação normal.

André Marmota dialoga muito com o passado, cria futuros inverossímeis e, atrapalhado, deixa passar algumas sutilezas do presente. Quer saber mais?

Leia outros posts em Alô Marmota. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (12)

  1. Marmota, agora eu vou começar a criar polêmicas com você pra poder ganhar almoço de graça. O fato de eu morar em Pernambuco não é problema. Aceito “tick” refeição e se você achar mais cômodo eu passo o número da minha conta corrente para você depositar o valor correspondente às refeições. Combinado? AHEuehAUAEheaUAEHuehAU!

  2. cara… vc escreveu tanto que me deu sono.. vou dormir… ah !!! eu fiquei duas horas esperando o seu site abrir.. é por isto que gosto do meu.. é tão mixuruca que abre rapidinho !!! e tem tão pouco coisa que não dá nem tempo para o sono.

  3. Marmota, concordo com suas considerações sobre a critica… O preconceito esta na interpretação que a Desiree deu. Seu ponto de vista foi muito coerente. A maior prova de que ela não entendeu nada do que vc quis dizer foi a falta de coragem de colocar o endereço de email dela.Você expoe suas opinioes e da sua “cara a tapa”..criticar eh muito facil.. ter coragem de assumir eh que são elas… Beijos…

  4. Eu não entendo as pessoas que resolvem criticar mas não assumem o que fazem.Se a pessoa tem uma opinião e acha que ela faz algum sentido deve assumir. Se não quer criar confusão (comentando no blog) manda um e-mail. É simples.Não estou citando exatamente o caso dessa Desirée, mas já vi outros casos desses em blogs.-A primeira vez que entrei no teu blog não deixei um comentário, mandei um mail :D-Marmota, tem um restaurante na Av. Paulista onde comi uma carne fantástica :D Vamos discutir sobre algum assunto? Dai me sinto ofendido e ganho um almoço lá? ehaehahehae

  5. Amigo Marmota!Não se deixe abalar!Não se pode agradar a todos! Nem Cristo conseguiu!Passe lá no blog e relaxe, ok?Bom fim-de-semana!

  6. Uma pena termos perdido alguma história engraçada, simpatica.Uma pena não pelo assunto q deve ser discutido, mas por teremos que discutir isso com uma pessoa q “não existe”, já que não assume o q faz.Não se abale com o comentário desta pessoa, ela não te conhece.bjos

  7. Lembra do seu post a respeito dos “comentários inteligentes à la Caetano Veloso”? Está linkado no meu blog… por enquanto. Talvez eu apague o post… Sei lá!

  8. … Acho que a tal garota deve voltar às séries iniciais e fazer um cursinho de linguística e intepretação gramatical… Não vi nada de errado no que escreveste…Nenhum tipo de preconceito… Coisas de blog…

  9. Os amazonenses têm ascendência oriental sim! Os povos indígenas que habitam a Amazônia, segundo aprendi em livros didáticos de primeiro grau, vieram muito provavelmente da Polinésia. Basta ver o formato dos olhos amendoados, e a cor da pele e dos cabelos.Quanto à miss ter ascendência japonesa, nada demais. Se é bonita, tá valendo! Já vi tanto japonês paulista, carioca, cearense, goiano, brasiliense…

  10. Olá… me apaixonei por tudo aqui…fiquei horas, fuçando tudo, desculpa a bagunça… Vim pela Cacau, que conheci há pouco tempo também… Beijo, bom fim de semana e a gente se esbarra por aí…Ah! Eu leio o Virunduns…

  11. Nossa, meu primeiro grau foi uma bos… hehehehe!Enfim, agradeço as visitas e as mensagens de todos sobre o assunto!

  12. Eu sou Desirée, mas não a do post!!! Levei até um susto quando li, não estou acostumada a ver meu nome escrito em muitos lugares. Mas de qualquer forma foi uma boa coincidência. Cheguei até aqui através do post do blog c’est la vie. Sempre tomo um cafezinho por lá e acho que por aqui também vou ficar cliente! Gostei desse cantinho… :)

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*