Preciso acreditar em algo… Mas tá difícil.

Nas últimas quatro semanas, estou atravessando um período de notícias ruins. Há um mês, me tornei o único membro da família que trabalha – e este posto ficou ameaçado nos últimos dias, com o corte de 50% dos funcionários da empresa. Entre eles, a extinção do departamento de marketing, coincidentemente, os mesmos que foram comigo ao curso da sexta-feira… Seria cômico se não fosse trágico.

Como todo castigo pra pobre parece pouco, ainda começo o dia absorvendo a seguinte frase: “o amor é um elevador que não pára em meu andar”, mais uma do Inagaki. Não quero admitir, mas os sintomas estão bem claros: pernas trêmulas, taquicardia, voz embargada… Tudo em função da presença de alguém. Sinto que vou quebrar a cara de novo! Ou melhor, ficar preso no elevador do Inagaki!

Por essas e outras, preciso de uma boa notícia, ou ainda em algo para acreditar. Sugestões?

André Marmota dialoga muito com o passado, cria futuros inverossímeis e, atrapalhado, deixa passar algumas sutilezas do presente. Quer saber mais?

Leia outros posts em Outros. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (2)

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*