Parem de criticar a Globo!

Sei que não sou o mais atencioso dos blogueiros – nem sempre consigo retornar e-mails ou responder aos comentários deixados aqui. Normalmente, priorizo mensagens de acordo com o assunto. Muitos diriam que é uma perda de tempo, mas o comentário que reproduzo abaixo, referente ao jogo Brasil x Guatemala, certamente mereceria uma resposta.

Pô gente, que é isso... Assisti todo o jogo e não vi nada disso. Vocês não têm o que fazer não? Vão arrumar, vão carpir um jardim, tirar meleca do nariz... MAS POR FAVOR FAÇAM ALGUMA COISA ÚTIL em vez de criticar. A Globo é uma potência e merece o título de melhor TV do Brasil, e com certeza será a melhor do mundo em pouco tempo. T+ patetas... A GENTE SE VÊ POR AQUI!

Curiosamente, essa mensagem vem com um nome abreviado (FRMA) e sem nenhum e-mail para contato. É provável que o cururu jamais volte aqui para saber se o seu comentário trouxe alguma repercussão, mas enfim.

Verifiquei o endereço ip do nosso amigo, e concluí que ele mora em Brasília. Isso explica o porquê dele não ter ouvido os gritos de “Galvão viado” ou “SBT”: estava longe do Pacaembu. Estranho. Eu estava na redação e ouvi. Quem assistiu ao jogo pela TV também viu isso, entre outras “pequenas gafes” envolvendo a nova câmera bêbada. Acredito que só o Galvão e o FRMA não viram.

Aliás, uma coisa é constatar que a torcida paulistana encheu o estádio de gritos irônicos à Globo – sem falar no bandeirão dos 40 anos rasgado. Verificar que a idéia da “câmera voadora” precisa mesmo de ajustes – o próprio Galvão admitiu isso durante a transmissão. E eu pergunto: onde está a crítica?

Por fim, se existe alguém que não acredita no poder da Globo, esse alguém não mora no Brasil.

E se eu também quisesse me acovardar diante dos fatos e fosse minimamente mal-educado, eu diria que esse FRMA tem algum envolvimento de ordem carnal com algum Bozó. Claro, faria isso sem deixar meu e-mail e usando uma sigla qualquer.

André Marmota é professor universitário e ouvinte frequente da pergunta “mas e além disso, você também trabalha?”. Quer saber mais?

Leia outros posts em Alô Marmota. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (3)

  1. Oi, Marmotinha! Sempre que posso passo passo por aqui… Como vai, amigo? Quanto tempo, né? Lembra dos meus planos de entrar pra área do Direito Desportivo? Pois é…

  2. Ah, mas não podia deixar de comentar… Sobre o jogo, vi só um finalzinho… mas ouvi comentar… Será que vira moda? O que a Globo faz se começar isso em todo jogo?

  3. Oi… Eu não escutei nenhuma ofensa ao Galvão Bueno não… mas também não assisti o jogo… rsrsrs.
    Tô espantada como nosso “amigo”, tendo tanto por fazer, perde seu tempo lendo o blog de “quem não tem o que fazer”… E mais! Perde mais tempo ainda comentando!

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*