Parem com esta porcaria!

Você também faz parte da turma que deleta 102 mensagens inúteis a cada 100 recebidas? Se você acha que isso deve ter um fim, prepare o seu coração para ler a notícia divulgada, entre outros portais, pela Folha Online: spam ameaça futuro do e-mail.

Especialistas sobre o assunto se reuniram nos EUA, discutiram muito e decidiram pouco. Alguns até jogaram a toalha. Outros, mais pessimistas, acreditam que essa prática anti-publicitária, porém crescente – corresponde a 75% de todas as mensagens que circulam na rede, deve chegar em breve aos telefones celulares.

Muitos vão gritar “eu já sabia”. Mas quem deveria fazer alguma coisa, infelizmente deverá continuar entupindo nossas caixas postais com porcarias.

André Marmota acredita em um futuro com blogs atualizados, livros impressos, videolocadoras, amores sinceros, entre outros anacronismos. Quer saber mais?

Leia outros posts em Plantão Marmota. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (3)

  1. Spam no celular??? Bom, não duvido nada, 99,99% das mensagens que recebo são da própria TIM e eu deleto na mesma hora, não me espanto se logo começar a receber spam… Deus me livre!Quanto ao meu post, realmente acho que nunca falei nada que pudesse te magoar. Pelo menos espero que não. Não me referia à você, falei de um modo geral. Só o citei porque lembrei do tal “comentário inteligente à la Caetano Veloso” que me pareceu útil naquela hora. Por que tudo é perigoso, mas é divino e maravilhoso! rs

  2. Se cada um que receber um spam por email, enviar um folheto para os spammers, logo eles vao estar entupidos de papel. Tem um spammer americano que frustrado pelas toneladas de papel que recebeu em sua mansão, ameacou processar os “spammers” que usam os carteiros :)

  3. Por falar em “tudo é perigoso, mas é divino e maravilhoso”, acho que em breve vou postar algo relacionado a essa reflexão Caetano Velosense ;)

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*