O sonho acabou para São Paulo

Em abril, o Plantão Marmota divagava sobre a intenção paulistana de sediar os Jogos Olímpicos de 2012. De lá pra cá, a cidade até esboçou alguma esperança, com propagandas no rádio e na TV ou mesmo discursos inflamados da nossa digníssima prefeita, a Dona Marta do PT.

Nesta segunda-feira, os 34 delegados do COB, sendo 15 cariocas, cortaram as asinhas de São Paulo. A cidade escolhida para postular a candidatura aos Jogos será o Rio de Janeiro (ah, sim: eu já sabia). A mesma que já tentou receber o evento em 2004, mas agora com um, digamos, alento: o Rio está se preparando para o Pan de 2007, o que lhe dá alguma esperança.

Apenas para lembrar: neste ano, os Jogos Pan-americanos acontece em Santo Domingo, capital da República Dominicana. País que está vendendo o almoço para comprar a janta e, entre as refeições, se desdobra para que as instalações básicas sejam concluídas. Matéria da Revista Veja desta semana diz o óbvio: com a ausência das principais estrelas e o consequente esvaziamento, o Pan se transforma aos poucos em um evento de segundo escalão.

Em linhas gerais: sediar o Pan não quer dizer muita coisa. E como todo castigo para pobre parece pouco, o Rio deverá competir com Nova York, Paris, Moscou, Londres… Uma baba. Enfim, já dizia o velho deitado: água mole em pedra dura… Vai que um dia alguém acredite que o Brasil prefira receber uma Olimpíada a suprir outras carências.

André Marmota acredita em um futuro com blogs atualizados, livros impressos, videolocadoras, amores sinceros, entre outros anacronismos. Quer saber mais?

Leia outros posts em Plantão Marmota. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (9)

  1. Eu acho o contrário, amigo André: estava torcendo por São Paulo pelo mesmo motivo que agora torço pelo Rio de Janeiro: acho que é sim importante haver eventos deste porte em cidades brasileiras pois, na pior das hipóteses, as melhorias da cidade nas áreas de transporte, infra-estrutura, instalações esportivas, e quem sabe até de segurança, permanecem depois das olimpíadas, ou seja, os cidadãos, passado o fervor do evento, vão poder usufruir de melhor transporte coletivo (diz que construirão 56 Km de metrô no Rio) do turismo (revitalizarão pontos turísticos), etc.Dou o maior apoio MESMO! Acho demagogia falar que eles poderiam usar o dinheiro para outras coisas porque TODOS sabem que eles não fariam se não tiverem um BOM MOTIVO pra fazer. E que as Olimpíadas sejam esse bom motivo. Rio 2012: eu continuo querendo!

  2. Pinguim, Sena e Coragem: adoraria ter o mesmo otimismo que vcs! Acreditar que os Jogos poderão mudar o futuro de uma cidade como ocorreu em Barcelona – e não o exemplo de Atlanta, cujo estádio olímpico virou estacionamento, ou mesmo Sydney, que agora não sabe o que fazer com tantas instalações ultramodernas. No fundo, também vou ficar na torcida como vcs e tantos outros… Mas não consigo deixar de definir essa candidatura como sendo uma grande aventura… Abraços a todos!

  3. Sei que o páreo é duro mas quem sabe… vai que o Comitê Olímpico resolve ser politicamente correto e deixar a América do Sul ser sede uma vez na vida…

  4. Sinceramente? Pra mim essa disputa ridícula por uma vaga para postular as Olimpíadas só servir para fomentar a eterna rivalidade Rio-São Paulo. Ou alguém em sã consciência realmente acha que o Rio é capaz de bater concorrentes do porte de Paris, Londres e Nova York, ainda mais tendo como governantes à frente César “Maluco” Maia e Rosinha Garotinho, a governadora de dois diminutivos? Habla sério, hermano…

  5. Adorei ver a Martinha entrando pelo cano.Porém, contudo, todavia…É gozado como certas pesoas falam que a Olimpiada seria um bom “motivo” para fazer os governantes trabalharem…1500000 de desempregados não é um bom motivo?Crianças no semáforo não são um bom motivo?Gente morrendo na fila do hospital não é um bom motivo?”Motivos” , a gente tem de sobra.E a Olimpiada é a solução? Ah, claro…vamos colocar todos os miseráveis no estádio e fazer os jogos com eles…A verba? É fácil! Basta tirar uns 50% da aposentadoria dos velhinhos. No caso do meu avô, seria uns 120 reais…Já dá pra fazer uns pins de estrelinha e pregar nas orelhas do Frodo tupiniquim.

  6. Sou paulistano, e acho que é lamentável que exista essa rivalidade Rio- São Paulo, uma vez que todos nós nos únimos quando se trata de Brasil. Pressupondo que turistas são assaltados, mortos e seqüestrados no rio, onde a criminalidade toma conta da cidade e a sociedade põe a culpa na autoridade, creio que o mais correto seria que quem se candidatasse, fosse Florianópolis, a “Paris brasileira” como diria Roberto Avalone, por ser uma cidade muito mais bonita, com muito menos índices de violência, mas sem nenhuma infra- estrutura, contudo, uma vez que só na terra do Papai Noel e do Coelhinho da Páscoa o Brasil vai sediar uma olimpíada, pelo menos nós iriamos mostrar oque temos de melhor.

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*