O sonho acabou para São Paulo

Em abril, o Plantão Marmota divagava sobre a intenção paulistana de sediar os Jogos Olímpicos de 2012. De lá pra cá, a cidade até esboçou alguma esperança, com propagandas no rádio e na TV ou mesmo discursos inflamados da nossa digníssima prefeita, a Dona Marta do PT.

Nesta segunda-feira, os 34 delegados do COB, sendo 15 cariocas, cortaram as asinhas de São Paulo. A cidade escolhida para postular a candidatura aos Jogos será o Rio de Janeiro (ah, sim: eu já sabia). A mesma que já tentou receber o evento em 2004, mas agora com um, digamos, alento: o Rio está se preparando para o Pan de 2007, o que lhe dá alguma esperança.

Apenas para lembrar: neste ano, os Jogos Pan-americanos acontece em Santo Domingo, capital da República Dominicana. País que está vendendo o almoço para comprar a janta e, entre as refeições, se desdobra para que as instalações básicas sejam concluídas. Matéria da Revista Veja desta semana diz o óbvio: com a ausência das principais estrelas e o consequente esvaziamento, o Pan se transforma aos poucos em um evento de segundo escalão.

Em linhas gerais: sediar o Pan não quer dizer muita coisa. E como todo castigo para pobre parece pouco, o Rio deverá competir com Nova York, Paris, Moscou, Londres… Uma baba. Enfim, já dizia o velho deitado: água mole em pedra dura… Vai que um dia alguém acredite que o Brasil prefira receber uma Olimpíada a suprir outras carências.

Comentários em blogs: ainda existem? (9)

  1. Eu acho o contrário, amigo André: estava torcendo por São Paulo pelo mesmo motivo que agora torço pelo Rio de Janeiro: acho que é sim importante haver eventos deste porte em cidades brasileiras pois, na pior das hipóteses, as melhorias da cidade nas áreas de transporte, infra-estrutura, instalações esportivas, e quem sabe até de segurança, permanecem depois das olimpíadas, ou seja, os cidadãos, passado o fervor do evento, vão poder usufruir de melhor transporte coletivo (diz que construirão 56 Km de metrô no Rio) do turismo (revitalizarão pontos turísticos), etc.Dou o maior apoio MESMO! Acho demagogia falar que eles poderiam usar o dinheiro para outras coisas porque TODOS sabem que eles não fariam se não tiverem um BOM MOTIVO pra fazer. E que as Olimpíadas sejam esse bom motivo. Rio 2012: eu continuo querendo!

  2. Preferia o evento em outra capital menor: Curitiba, Porto Alegre ou Brasília. Rio e São Paulo estão por demais saturadas.Mas, se o Rio é nosso candidato, viva o Rio!

  3. Pinguim, Sena e Coragem: adoraria ter o mesmo otimismo que vcs! Acreditar que os Jogos poderão mudar o futuro de uma cidade como ocorreu em Barcelona – e não o exemplo de Atlanta, cujo estádio olímpico virou estacionamento, ou mesmo Sydney, que agora não sabe o que fazer com tantas instalações ultramodernas. No fundo, também vou ficar na torcida como vcs e tantos outros… Mas não consigo deixar de definir essa candidatura como sendo uma grande aventura… Abraços a todos!

  4. Sei que o páreo é duro mas quem sabe… vai que o Comitê Olímpico resolve ser politicamente correto e deixar a América do Sul ser sede uma vez na vida…

  5. Sinceramente? Pra mim essa disputa ridícula por uma vaga para postular as Olimpíadas só servir para fomentar a eterna rivalidade Rio-São Paulo. Ou alguém em sã consciência realmente acha que o Rio é capaz de bater concorrentes do porte de Paris, Londres e Nova York, ainda mais tendo como governantes à frente César “Maluco” Maia e Rosinha Garotinho, a governadora de dois diminutivos? Habla sério, hermano…

  6. Adorei ver a Martinha entrando pelo cano.Porém, contudo, todavia…É gozado como certas pesoas falam que a Olimpiada seria um bom “motivo” para fazer os governantes trabalharem…1500000 de desempregados não é um bom motivo?Crianças no semáforo não são um bom motivo?Gente morrendo na fila do hospital não é um bom motivo?”Motivos” , a gente tem de sobra.E a Olimpiada é a solução? Ah, claro…vamos colocar todos os miseráveis no estádio e fazer os jogos com eles…A verba? É fácil! Basta tirar uns 50% da aposentadoria dos velhinhos. No caso do meu avô, seria uns 120 reais…Já dá pra fazer uns pins de estrelinha e pregar nas orelhas do Frodo tupiniquim.

  7. Sou paulistano, e acho que é lamentável que exista essa rivalidade Rio- São Paulo, uma vez que todos nós nos únimos quando se trata de Brasil. Pressupondo que turistas são assaltados, mortos e seqüestrados no rio, onde a criminalidade toma conta da cidade e a sociedade põe a culpa na autoridade, creio que o mais correto seria que quem se candidatasse, fosse Florianópolis, a “Paris brasileira” como diria Roberto Avalone, por ser uma cidade muito mais bonita, com muito menos índices de violência, mas sem nenhuma infra- estrutura, contudo, uma vez que só na terra do Papai Noel e do Coelhinho da Páscoa o Brasil vai sediar uma olimpíada, pelo menos nós iriamos mostrar oque temos de melhor.

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*