O mais misterioso entre os seres humanos

Hoje é um dia perfeito para render homenagens a uma turma especial, e agradecer imensamente a Deus pela existência deles. A partir desta semana, e até o fim de novembro, todos os aniversariantes comemoram, entre outros motivos, o fato de terem nascido sob o fascinante, poderosíssimo – e altamente misterioso – signo de escorpião.

Sim, tenho os meus motivos pessoais para exaltar minha admiração pelo signo dos extremos e pelas pessoas do lema “ou é oito ou oitenta”. Mas vamos deixá-los de lado: não tenho dúvidas de que este é o signo mais forte e penetrante entre os doze existentes. Essas duas características o tornam pessoas cheias de vitalidade e perspicácia.

Mas além da sua “alta voltagem”, que induz seu magnetismo pessoal e sua extrema passionalidade, e da “visão de raio X”, capaz de descobrir o que nós mortais tentamos esconder, os escorpianos possuem ainda um terceiro super-poder: a “cortina de fumaça”. Talvez seja este o mais acionado: de uma hora para outra mudam sua expressão, seu estado de espírito dita as regras do jogo, surpreendendo quem os conhece.

Eu disse “conhece-los”? Esqueçam, é praticamente impossível. Bastante reservados, os escorpianos fazem questão de trancafiar seus segredos. Cuidado ao tentar bancar o bisbilhoteiro: escorpianos são muito sensíveis, vivem acima de tudo com a força de suas emoções. Se elas não estão estampadas nos olhos agora, com certeza estão a espreita em algum lugar de seu íntimo, esperando o momento certo (ou o errado) para emergir.

Não se assuste com sua cauda venenosa: como bom escorpião, ela é usada apenas para proteger a si e aos mais próximos. Esta é sua outra grande qualidade. Escorpianos são generosos e dedicados, mas não o fazem de forma indiscriminada: eles direcionam muito bem o foco de sua atenção, apenas para quem julgam merecer – eles sentem no ar o que acontece e o que está por vir, daí para julgar é um pulo. E o veredito é, novamente, oito ou oitenta: ou gosta muito ou detesta fervorosamente. Sem maquiagem.

E que tipo de dedicação esperar de um escorpiano? Bom, dizem que são muito bons na cama. Como eu passo boa parte do tempo dormindo, fica mais fácil enxergar sua força estimuladora ao levantar nossa auto-estima e o respeito próprio, usando suas próprias armas. Em especial taurinos como eu, que fazem piadas de si mesmo. Mas ao contrário deste grupo sereno, lento e bem humorado, eles dificilmente acham graça de seus problemas e sentem mal estar com situações ridículas. Cuidado, portanto, ao abrir a boca ou ao fazer caretas perto deles.

Seu jeito “tudo ou nada” de ser também vale para relacionamentos, e aqui constatamos de maneira evidente o uso da palavra-chave que norteia sua vida: paixão. Escorpianos assumem todos os riscos, mergulham de cabeça em uma história de amor. Com eles, não existe banho maria ou conveniência: será a coisa mais intensa e arrebatadora de suas vidas, ou a experiência mais traumática e dolorida. Seja como for, eles estão sempre vivendo um grande amor em suas vidas. Sem se importar em quanto tempo vai durar: o que vale é a sua intensidade. Justamente por isso sofrem demais com a sensação de ausência e solidão. Mas não por muito tempo: escorpianos jamais perdem tempo remoendo pendências de ordem emocional.

Engraçado, até agora não disse em nenhum momento que os nativos do oitavo signo são rancorosos, vingativos, assustadoramente agressivos e sem papas na língua: “aqui se faz, aqui se paga – e agora”. Admito que, por trás de tanto fascínio, existem alguns defeitos. Como seu desejo até certo ponto egoísta de ter exatamente o que quer e de dominar seus poderes, além de uma carga de ceticismo. Algo como “até agora, não acreditei em nada do que você escreveu”.

Tudo bem, vez ou outra eles também não acreditam em seus super-poderes, até porque não há força que sobreviva com o bombardeio de dificuldades em nosso cotidiano cada dia mais insuportável. Isso destrói sua vitalidade, varia seu ânimo e desorientam suas atitudes pessoais e profissionais. Todos os escorpianos da minha vida passaram por isso recentemente, um verdadeiro “inferno astral coletivo”.

Felizmente, eles são insistentes e teimosos, não se deixam levar pelo mau humor e, depois de um forte período de depressão e melancolia, partem para reflexões profundas e recarregam suas baterias. E mesmo que você, escorpiano(a), não acredite em astrologia, saiba que é exatamente no seu mês de aniversário que um novo ciclo se inicia. Com mais disposição, motivação e autoconfiança. Novas metas certamente vão surgir em sua vida, fazendo com que você não perca mais tempo com o que te desgasta e, com isso, a felicidade apareça.

Claro, sem perder a característica que lhe torna único e insubstituível, como diria Dona Milú: o mistééério. A todos os escorpianos, parabéns por mais um ano de vida. E para alguns mais especiais, obrigado por fazerem parte da minha vida.

Comentários em blogs: ainda existem? (15)

  1. Nunca gostei de scorpianos.
    E nunca me dei bem com eles.

    Enxergam realmente a alma, e tenho muitas aqui dentro :)

    Beijos, André…

  2. Valeu, André :-)

    Devo ser o primeiro da raça a comentar por aqui e só tenho a dizer que é tudo isso mesmo. Ainda bem.

  3. Voltei pra falar da BRA.
    Li em algum blog sobre eles tb… no mesmo naipe.

    Recentemente peguei ponte aérea,e a Gol não está tao baratinha assim não.

    Com uma diferença gritante, economizei uns bons trocados (na curiosidade, pq sempre vou de Gol, ou ia) indo de Vasp.

    Tá, não é lá essas coisas e pontualidade zero. Mas daqui ali, fica tudo certo.

    Nessa vez que li sobre a BRA, o blogueiro estava contando que o mesmo cara que te entrega o bilhete, é o cara que faz teu chek-in e é o cara que te embarca que é o comissário de vôo…

    rs…

    E não é que na Vasp, coincidentemente, aconteceu a mesma coisa? O mesmo que fez meu chek-in, foi o cara que anunciou o vôo (acho que todos fazem isso) na sala de embarque e o mesmo que nos embarcou.

    Quando eu pisei em Congonhas de volta, quem estava lá, desembarcando? O próprio. Hhehehehe…

    Essas coisas são mesmo muito engraçadas….

    beijos agora, que to indo.

  4. Fala, cururu!
    Obrigado pela parte que me toca!!! Você tem imensa razão sobre o que escreveu. Poderia até escrever um livro de astrologia (falo sério).
    Abs

  5. OT: Visitem o site do programa Blog!

    http://www.programablog.cjb.net

    Trata-se de um programa de aproximadamente dez minutos, onde são
    apresentadas coisas curiosas e engraçadas que encontramos pela
    Internet, numa linguagem bem descontraída e trash. Garante boas
    risadas aos internautas que o assistirem.

    A apresentação é de William Bertolo, Pipo e Sérgio Velho Jr.

    A primeira edição já está no ar. No momento, só está disponível a
    versão em Windows Media, mas breve pretendemos colocar também em Real
    e Quick Time.

  6. Concordo com o Lello. Um livro de astrologia escrito por vc ia fazer um sucesso!Até pq voce manja do assunto porque gosta…és bom nisso…
    ***
    Ainda bem que o inferno astral tá passando…(segundo vc – mais uma vez cética). Imagino o quão dolorido é estar convivendo com uma pessoa de polaridades que se invertem a todo tempo.
    ***
    Sei não, mas acho que vc tb tem um pé em escorpião. Vc tb tem uma visão de raio-x muito apurada…
    ***
    Bom final de semana!

  7. Com todas essas características – que podem ser chamadas, às vezes, de excentricidades -, os escorpianos têm um charme todo especial… bom, a cada dia eu sou mais suspeita pra falar sobre isso, mas estou adorando conviver com um nativo desse signo…

  8. Lógico q ele tem um pé em escorpião. Ele é taurino; são opostos, no fundo dois lados da mesma moeda.

    Fico pasmo como, sempre q vão falar de um signo, os taurinos se concentram no detalhe e não na essência dele. Não estou criticando, na verdade vc acaba de me dar a inspiração q eu estava buscando… só acho estranho pq não consigo fazer isso. Um taurino dirá q escorpianos são pessoas apaixonadas e muito intensas, q costumam agir de maneira x ou y, enfim, exemplificam; um escorpiano como eu simplesmente dirá q seu signo é o da dor e da morte – assustando os mais fracos de coração, q aliás é o q ele gosta de fazer.

  9. Como o Alexandre Sena, também faço aniversário em 6 de novembro. Não acredito em astrologia, mas algumas características sempre acabam batendo. E o texto está bem escrito.

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*