Google AdSense: antes eles que o Bill Gates

Os três visitantes de praxe certamente notaram que o MMM se vendeu aos feinhos e quase inclicáveis anúncios do programa Google AdSense. Aproveitei aquela área vermelha e vazia do blog para ver como a brincadeira funciona. Para quem não conhece, segue um resuminho.

Qualquer um pode se cadastrar no esquema e publicar anúncios em seu site. Com autorização na mão, é só escolher o formato e as cores do anúncio e colar o código. Não paga nada, mas também quase não leva: o dono do site recebe migalhas pela exibição de anúncio e uma merrequinha para cada clique. Mesmo com poucos acessos, o primeiro dia de anúncios neste espaço rendeu dezoito centavos – já dá pra interar e comprar uma paçoca.

Assim que o cadastro é feito, os poderosos robôs do oráculo fazem uma varredura no conteúdo do site para determinar palavras-chaves, comparando-as na sequência com os anunciantes disponíveis. Depois é só exibir o anúncio de acordo com a localização do visitante (informação obtida pelo ip). Vai ser curioso identificar os assuntos dos anúncios, já que o MMM prima pela diversidade de conteúdos praticamente inúteis.

Mas se a sequência falhar por algum aspecto, o Google exibe as tais “curiosidades Google” – o que indica alguma honestidade do esquema: bem que eles poderiam exibir qualquer anúncio. Mais: o dono do site não pode ficar clicando nos anúncios, sob pena de ser desclassificado da brincadeira. Cliques repetidos também são desconsiderados no cálculo da bagaça. Evidentemente, não convém passar a perna no programa: existem outra série de restrições, para reforçar sua imagem de honestidade.

O segredo do Google, descoberto pelo Daniel SantosO Ricardo faz um resumo indispensável para quem deseja conhecer o sistema, usando três palavras chaves para o mínimo de sucesso da brincadeira: o posicionamento do anúncio, o público alvo do site e a relevância dos anúncios – trabalho criterioso feito pela empresa – dificilmente encontro anúncios com cara de cascata, e muitas vezes clico por total interesse mesmo.

Na prática, todo mundo ganha qualquer coisinha (ainda que em doses ultra-homeopáticas) usando o sistema de parceria. Mas se quiser mesmo ganhar alguma coisa de verdade, tenha em mente: escolha cores que mantenham os anúncios menos chamativos, quase que misturados com a página, e escolha os lugares certos para posicioná-los (veja aqui algumas dicas de como fazer isso). Escrever sobre um assunto específico também ajuda muito, especialmente aqueles que rendem cliques mais caros – se um cidadão fizer um excelente site sobre diabetes, por exemplo, e torná-lo interessante a ponto de ser bem ranqueado pelo buscador, fará um excelente negócio.

Admito que demorei tempo demais para começar minha experiência. Mas não pensei duas vezes depois que ouvi a seguinte história: durante um processo seletivo para trabalhar na empresa, o candidato ouviu a seguinte pergunta: “você sabe por que o Google se preocupa tanto em fazer com que o nosso sistema funcione de maneira eficaz?”. Ao que ele respondeu, após a negativa do candidato: “porque isso ajuda em nossa missão, que é tornar toda a informação existente na web o mais acessível que ela puder ser”.

Eles podem estar loucos para dominar o mundo. Mas convenhamos: depois dessa, antes eles que o Bill Gates.

(E na próxima semana, o dia que achei minha casa no Google Maps).

Comentários em blogs: ainda existem? (16)

  1. Sem querer rasgar seda à toa, mas o Google é fantástico. Ele dá preferência aos sites que seguem padrões, remunera os que têm boa visitação e público segmentado, e só lança serviços que prezam pela excelência. A Microsoft, após anos de estagnação, agora está alerta, e sempre correndo atrás do Google.

    Marmota, meu caro, edite seu post. De acordo com o regulamento do programa, é proibido incitar os visitantes do site a clicarem nos anúncios. Pra evitar surpresas desagradáveis, como ser expulso do programa, é imprescindível dar uma boa lida no regulamento.

    E confie no programa, eles pagam certinho, e o melhor, pagam bem :).

  2. Rodrigo, editado (seu comentário inclusive, apesar de não ter forçado ninguém a clicar por ser meu amigo ou coisa assim, mas sim por gostar do anúncio).

  3. Uma brincadeira que vale a pena é tentar ver quais anúncios vão ser colocados no sisteminha. Neste meu acesso, tinha um anúncio de uma floricultura. Eu cliquei e depois voltei. Daí apareceu um remédios de anti-stress.

  4. Olá Marmota blz?? Eu li, li e reli esse seu post, mas eu ainda não entendi muito bem como q funciona esse esquema, ele ajuda a aumentar as visitas e seu site/blog??? To boiando….. Fica c Deus

  5. Taí Marmota… vou embarcar nessa. Acho que vale a pena, não é verdade? À propósito, não é Adsense, mas mudei de casa. Daniel Santos agora tem domínio próprio :) Um abração!

  6. Quem tem 10 visitinhas diárias e escondeu o blog dos robôs de busca e “cache” pode participar da brincadeira? Na minha atual situação, um centavo de dólar já aliviaria…
    Beincadeirinha. ;)

  7. Pena que, no Brasil, são muito pouco anunciantes e os anúncios dificilmente ficam relevantes com o post. E pagam pouquíssimo também. Mas no futuro será algo mais interessante :)

  8. marmota, coloquei o adsense faz umas 3 semanas e o retorno por parte dos visitantes tem sido satisfatório.
    só quero ver mesmo se o retorno do google será igualmente e me enviará o cheque assim que eu alcançar a quantia estipulada de 100 dólares?

    alias, marmota, vc tem msn?
    precisamos falar sobre o assunto :D

  9. Há muito tempo me interessei pelo AdnoSense, mas logo de cara deparei-me com o problema de nudez, pornografia e palavrão no regulamento da bagaça e acabei desistindo da idéia.
    Não vou parar de falar palavrão e de colocar uma peladinha de vez em quando só por causa de uns centavinhos né…
    Fala sério, o anúncios exibidos nesta minha visita:
    ATUALIZAÇÃO DADOS FISCAIS;
    RELÓGIO DE PONTO.
    Claro que eu não vou clicar…
    Abração

  10. Sabe que eu gosto do AdSense? Quando eu crescer, também pretendo botar esses anúncios no meu blog. Nem que seja só pra brincar de ficar vendo que tipo de anúncio o Google vai relacionar com os posts ao longo da semana! :D

  11. Entrei nessa de anuncio do Google e estou sofrendo. Eles pagam, sem problema. É ate legal receber o cheque em casa, verdinho que nem os dolares que representa. Mas quando voce pega a bendita folhinha e vai ao banco pra trocar, comecam os problemas. Tentei no HSBC e eles disseram que iam cobrar cem reais. Eu ri e fui ao Citibank. Eles disseram que cobram 15 dolares. E so se for correntista. Que bom, eu sou! Dai eles dizem que eu preciso levar uma documentacao. E eles nao dizem exatamente que documentacao obscura é essa.
    Se tudo falhar vou ao Banco do Brasil. Pelo que eu ouvi dizer eles trocam.

  12. Gente, voces perdem tempo mesmo! O melhor para ganhar com o adsense e comprar URLs nos EUA. Eu tenho mais de 12 sites, como por exemplo:
    http://www.e-cheap-airfare.com
    http://www.e-cheap-tickets.com
    http://www.e-online-shopping.com
    http://www.e-web-hosting-provider.com
    entre outros…esses sites sao bem optimizados, entao alem de ganhar com o adsense (mais de 1k dolares ao mes), eu ganho com afiliados de sites Americados (ver http://www.cj.com)…..beleza pura, com apenas 5 horas de trabalhos semanais eu faco mais de 5 mil reais por mes….va em frente Gente, so agora que o Brasil ta realmente comecando a era do dot com…..
    Abracos
    Webster

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*