Engraçadinho!

O ano era 1997. Estava aproveitando o Carnaval daquele ano em Bertioga, ao lado dos meus amigos Nerds – aproveito para deixar registrado aqui um grande abraço a eles. Na segunda-feira à noite, esbarramos com alguns amigos do Ricardo Osiro, que nos convidaram para um luau na praia.

Claro que eu poderia topar, mas na hora eu pensei no óbvio: estaríamos mais seguros em nossa casa de praia. Tudo bem, esquecendo a viadagem, trabalharia já na quarta-feira de Cinzas. Estava prestes a recusar, mas aí foi a vez do Osiro insistir.

Meus outros amigos já estavam dentro do carro, loucos pra voltar. Não estavam nem um pouco dispostos a encarar um luau madrugada adentro. Precisei improvisar. E fui, modéstia à parte, impecável: falei milhões de besteiras num espaço de dois minutos. Falei da lua, da cor da minha camisa, do sorriso das moças que estavam à espera de uma resposta… Tudo para dizer que não poderia ir.

Deu certo! Apenas o Osiro resolveu encarar o luau! E logo pela manhã, totalmente cansado de festejar, ele chega em nosso bangalô. Depois de dar bom dia, disse:

– Marmota, lembra daquelas meninas de ontem? Elas lembraram de você!

Não brinca! Estaria agradando em cheio com as moças do litoral!

– Pois é. Elas ficaram me perguntando quem é aquele cara engraçado!

Cara engraçado. Pois é. E acreditem: não era a primeira vez. Não sei explicar, mas a primeira impressão que a maioria das pessoas guardam a meu respeito não está relacionado a beleza (ou a falta dela), ou outros termos pejorativos degradantes, como arrogância ou chatice. Normalmente, sou o cara engraçado…

Engraçado, né?

(Postado em 14/09/2002)

Comentários em blogs: ainda existem? (6)

  1. Hilário, hahaha! XD Ontem à noite, em uma questão de minutos, todos no Burger King estavam olhando pra vc, graças às risadas de todos os presentes, hehehe! E eu vou chorar de rir todas as vezes que ver vc imitando o Chewbacca!

    Qual era mesmo o outro calhau que vc disse que ia publicar? Era do Caverna do Dragão?

    Abraço!

  2. Eu prefiro dizer que você é divertido, André. Ninguém ri de você e sim com você e isso é o bacana. Quer dizer, pode até ter gente que ri de você, mas essas pessoas não contam. :P

  3. annnn… e se eu disser que minha primeira impressão sobre você foi justamente essa?
    :D
    Vai ver você tem o dom de fazer com que as pessoas se divirtam!

  4. É, se bem que comigo não chega a ser esse lance do cara engraçado. Comigo é o lance do cara simpático, do cara educado, entre outras coisas. Há vezes em que sou visto como o cara engraçado ou aquele que fala umas coisas diferentes. Sou também visto como o cara que tem memória para histórias do grupo de amigos que nem os próprios amigos lembram que fizeram.
    Porém, ando vendo que esses lances meio que mineralizam o cara em uma via charliebrowniana. Esses dias, eu estava conversando com um de meus melhores amigos e ele estava me alertando que talvez esse meu jeito de ser esteja afastando a mulherada, que não gostam de estar com alguém para quem os outros apontariam, falariam coisas sussurradamente, ficariam com risos, entre outras. Olha que começo a acreditar…

    No frila que estou fazendo, conversava com as minas sobre um fenômeno interessante que constatei no fim do ano passado, quando meu velho trocou de carro (tínhamos um Corsa 1997 e agora temos um Civic 2001): o de que sem eu querer, na volta do Canto da Ema, um grupo de seis minas olhou para mim. E que tenho certeza absoluta de que não me olharia no Corsa. Resposta de uma delas: “talvez estivessem te olhando pensando algo como ‘como esse cara é feio'”. E eu, uma pedra. Detalhe: eu estava voltando para minha casa na maior das pazes, afinal, dentro de uma casa ninguém vai saber qual é seu carro e nem faço questão disso. Será que deveria fazer questão e parar o Civicão para a fila ver?
    Outro fenômeno interessante é que as minas que se interessam por mim ou são problemáticas daquelas que a gente saca de bater o olho, ou fumam, ou são mocréias. E as minas que me interesso, em geral, têm namorado e só vou saber disso depois de sondar mais atentamente o terreno. E nem precisam me conhecer de carnavais passados.

  5. Ei, eu só te conheço pelos seus textos mas já sabia que você era o engraçado da turma. Já tinha reparado um indício interessante: você aparece fazendo caras estranhas em todas as fotos que publica. Isso só pode ser talento pro humor, né não?

    Abraço, Mara.

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*