Eleições: nanicos e bizarrices

Depois de reclamar no horário eleitoral gratuito de que “a mídia só abre espaço para os candidatos que apóiam o FMI”, o candidato Zé Maria, do PSTU (Para mudar tudo que tá aí… divida externa eu não vou pagar!!!), dividiu o programa Opinião Nacional, da TV Cultura, com o candidato Rui Costa Pimenta, do PCO (Quem bate cartão não vota em patrão!!!). Dois discursos parecidíssimos, fato constatado com a última declaração de Pimenta no programa: “somos muito próximos ao PSTU”, garantindo que, depois das eleições, ambos poderão até estreitar relações. Quem tiver tempo, pode brincar de encontrar as semelhanças entre os sites do PCO e o do PSTU – cujo mapa do site reflete a sua presença na mídia.

Ainda sobre o tema, que certamente vai aparecer muito por aqui até outubro, duas informações sensacionais publicadas na Folha Online. A primeira, sobre as “estratégias” de campanha dos candidatos ao nosso Congresso Nacional. E a outra, assinada por Sérgio Dávila, também sobre uma candidata ao legislativo, mas nos EUA. A moça pretende se eleger usando apenas um blog. Já pensou se a moda pega por aqui?

André Marmota tem uma incrível habilidade: transforma-se de “homem de todas as vidas” a “uma lembrancinha aí” em poucas semanas. Quer saber mais?

Leia outros posts em Plantão Marmota. Permalink

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*