É o fim de um longo dia

Finalmente, nesta sexta-feira, termina o dia mais longo do agente federal Jack Bauer. Ao menos para os órfãos da TV a cabo que, assim como eu, driblaram o desrespeito da Rede Globo ao telespectador, enfrentaram o sono e acompanharam nas últimas semanas a primeira temporada de 24 horas. Pessoalmente, já tinha noção do barulho da série, mas nunca tinha visto. Agora já posso dizer, sem medo de errar, que é uma das coisas mais geniais que já assisti – deve ter goleado a audiência do Jô.

O primeiro episódio, exibido no dia 12 de janeiro, representa a primeira hora de um dia importante para a política norte-americana. Jack Bauer é chamado para coordenar os trabalhos da UCT, divisão anti-terrorista, para evitar o assassinato do senador David Palmer, o primeiro negro a ter reais chances de ser presidente dos EUA. Mal sabe ele que sua esposa e filha também vão se meter em enrascadas.

Parece simplesmente mais um suspense policial, não fosse a grande sacada: cada episódio representar uma hora completa deste dia terrível, onde os acontecimentos envolvendo Bauer, Palmer, suas famílias, outros agentes, terroristas e alguns figurantes ocorrem em tempo real. Por diversas vezes, a tela se divide em duas ou três para mostrar mais de um evento no mesmo instante – o que faz a adrenalina aumentar ainda mais.

Tudo que você precisa saber antes de assistir a última hora desse dia interminável é que esse negócio vicia. E se você não teve a chance de acompanhar a série poderá encontrar a caixa com todos os episódios em DVD nas melhores casas do ramo. Inclusive com um final alternativo, diferente do que vai ao ar. E pelo que eu já soube, é um desfecho bem menos besta (se quiser saber mesmo qual é, clique e arraste o mouse: ao contrário do que vai acontecer, Teri Bouer, que estava grávida de Jack, não seria morta pela Nina Myers – aquela agente da UCT que parecia boazinha, mas que na verdade era uma fiadaputa, mancomunada com os terroristas).

Aos fãs sem-cabo, resta esperar pela Globo, que garantiu a exibição da segunda temporada ainda este ano, aos domingos (só falta ser depois do Domingo Maior). Quem tem o canal Fox em casa pode rever o segundo dia de Jack Bauer de uma vez só antes da estréia da terceira temporada, prevista para esta segunda-feira, dia 16.

A propósito, quem esteve no Brasil para divulgar o terceiro ano de 24 horas foi Dennis Haysbert, que interpreta o senador David Palmer. Ao chegar, o presidente fictício já meteu o pau em Bush: “A mostra do que ele conseguiu fazer é que ontem, no aeroporto, tive que deixar as minhas impressões digitais”. Claro que, se fosse com ele, seria diferente!

Além de falar a respeito da série, o ator aproveitou para conhecer o nosso Carnaval e a Deborah Secco. Bobo ele, não?

(Imagens: Omelete e Portal Terra)

André Marmota tem uma incrível habilidade: transforma-se de “homem de todas as vidas” a “uma lembrancinha aí” em poucas semanas. Quer saber mais?

Leia outros posts em Plantão Marmota. Permalink

Comentários em blogs: ainda existem? (4)

  1. Eu disse que essa série é viciante demais! Eu tinha acompanhado a primeira temporada na TV a cabo, mas agora estou somente com a TV aberta. Vamos ver se o horário da segunda temporada de 24 Horas na globo seja mais viável para os que precisam acordar às 6 damanhã pra trabalahr :-)

  2. bem que o Dennis Haysbert poderia ser o novo presidente dos Estados Unidos… talvez, enfim, o mundo realmente se tornasse um lugar mais seguro para se viver… abraços!!!

  3. Oi tudo bem ?
    -Passei por aqui, e gostei muito do seu blogger.
    -Muito interessante as matérias.
    -Meus cumprimentos e parabéns.
    -Do amigo
    Sidnei Melo – Rio de Janeiro

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*