De volta a programação normal! Acho eu…

Terminaram as férias mais enriquecedoras da minha vida, sem sombra de dúvidas. Além de mergulhar corpo e mente na conserva por alguns dias, tive tempo para vivenciar toda sorte de sentimentos possíveis. Viajei um bocado, revi os amigos, conheci gente nova e consegui me divertir. Mas também entrei em roubadas, ganhei novas frustrações, vi o tempo passar e até chorei um bocado.

Passei por altos e baixos sublimes, mas estranhos, capazes de me confundir. Em 26 anos viajando para o Rio Grande do Sul, foi a primeira vez que não tive vontade de ficar para sempre com a família – pelo contrário, não via a hora de voltar para casa. Ao chegar, torci para voltar logo ao trabalho. Mas por pouco tempo: logo lembrei do marasmo, da mesmice, das perspectivas incertas. E quase chorei de novo, como daquela vez que um grande amor desmoronou diante dos meus olhos.

Mas tudo bem. Apesar de ter começado 2004 com os dois pés na mesma jaca, não demorou para levantar a cabeça, me dar conta do óbvio – isso não é motivo para reclamar – e seguir adiante. Afinal, o Ministério da Saúde adverte: aproveitar melhor o tempo que perderia lamentando faz bem pra cuca e pros dentes.

Além disso, o tal “feliz ano novo”, proclamado por muitos esses dias, não pode estar tão longe. Se você também passou o mês de janeiro já de olho no próximo Natal, dê sua mão e vamos juntos cobrar esse monte de promessas de “feliz ano novo” feitas no reveillon passado.

É isso aí, patota. Aproveitando pra agradecer a todos os onze internautas que estiveram aqui durante janeiro, anuncio minha volta ao batente. Cada vez mais, uma pedra. Vamo que vamo, que o show não pode parar!

A propósito, hoje é o popular Dia da Marmota nos EUA. E pelo visto, meu parente famoso também não anda muito otimista… Mas enfim.

Comentários em blogs: ainda existem? (6)

  1. E eu já estou aqui comentando… Calma, Marmota… Faz como eu… Pensamento positivo! Feliz mês novo… O ano só tá começando! ;)

  2. meu, o tradicional Dia da Marmota me lembra aquele filme sensacional com o Bill Murray, “O Feitiço do Tempo”, sabe? aliás, é uma ótima pedida nas locadoras ou em alguma reprise na Sessão da Tarde. abraços e seja bem-vindo a 2004!

  3. Poxa Marmota que pessimismo. Se eu estivesse no seu lugar aproveitava para cair na farra por conta do seu dia comemorativo.

    Bom, otimismo é tudo e já está comprovado pela ciência que faz bem para a saúde.

    Agora se esse meu comentário não ajudar muito a melhorar suas perspectivas… segue outro: Dias melhores virão!!!!

    Feliz 2004!

  4. Olá, mocinho!

    Altos e baixos fazem parte da vida, não é? Então, preste atenção, ‘arriba’ sempre, ok? Ou pelo menos ‘tenta tentar’ ficar ‘arriba’ sempre. Qualquer coisa, estamos aí!

    Seja bem vindo à rotina… :-)

    Tudo de bom!

    Bjocas…

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*