Vamos montar uma bandinha?

Sexta-feira de pavor e apreensão diante do escadão mais famoso da Paulista: uma multidão de crianças, adolescentes e mamães pacientes, esperando um aceno dos seus grandes ídolos… Mas quem seriam? U2? Rolling Stones? Madonna?

“Ah, são os rebeldes”, me disse o segurança, logo após atravessar o mar de gente e garantir o acesso ao prédio com o meu crachá. Mas peraí, quem? “Os rebeldes, uma turma aí veio do México”. Ah, tá, os rebeldes do México. Mas, vem cá, quem são mesmo?

Repeti a pergunta pra muita gente, e ninguém conhecia. Enquanto isso, a aglomeração e os gritos na frente do prédio só aumentavam. Só depois descobri que o grupo chama-se RBD, e seu sucesso no Brasil se deve à novela Rebelde, exibida pelo SBT. Ainda que eu jamais tenha ouvido falar neles, a turma já vendeu mais de 500 mil cópias – e nas duas versões: português e espanhol!

Os menudos da vez chegaram ao Brasil pela manhã – junto com a delegação do Palmeiras, o que provocou uma reação inusitada dos jogadores e do técnico leão: “Acho que, se tem tanta gente aqui, é porque a novela deve ser boa mesmo”. A gritaria, que começou no aeroporto de Guarulhos às seis da matina, migrou para a Paulista, já que os descendentes de Chaves e Chapolin participaram de uma entrevista na Rádio Gazeta.

A vigília dos fiéis deve continuar por todo o final de semana: os seis chicanos – três cururus e três boazudas – vão passar o sábado dando autógrafos no hipermercado Extra da Av. Guarapiranga, em Santo Amaro. E no domingo, o RBD vai realizar um sonho: conhecer Gugu Liberato ao vivo, durante o famigerado Dormindo Legal. Não deixe de perder, hein?

Enfim, isso me deu mais uma idéia brilhante, que remete aos tempos do programa Popstar: vou convidar alguns amigos, além de moças que topem dançar com minissaia. Bolamos umas letras e músicas com assuntos cotidianos, mas sem esquecer o estilo “não sei viver sem você oh baby”, gravamos na garagem de casa e jogamos o MP3 pela rede. Depois de passar por um Efeito Ewerton e, quem sabe, virar tema de alguma novela, nossa bandinha teria seus 15 minutos de fama. Genial, não?

Atualizado: Falando no evento deste sábado, mais uma vez nosso país dá uma demonstração da organização e tranquilidade de seu povo. E pintou a manchete: “rebeldes matam três em SP”…

Atualizado 2: Depois dessa história aqui, a conclusão: não é preciso muito esforço para conquistar e comover o público e a mídia.

Comentários em blogs: ainda existem? (6)

  1. A ideia de montar uma bandinha (e dentro do espirito germanico do ano da copa) me lembra se preparar para tocar na Oktoberfest…

    abraco

  2. Aquela novelinha do Rebelde deve fazer alguma espécie de lavagem cerebral nos telespectadores. Minhas irmãs, que sempre tiveram bom gosto para cultura, são fanáticas por esse lixo. Não bastasse isso, ainda tenho que agüentar o CD (!) tocando o dia todo aqui em casa.

    Mais uns dias, decoro as letras e vou fazer cover do RBD. Será que assim aparece alguma mexicana peituda/gostosa me chamando de “lindo, tesão, bonito e gostosão”?

    []’s

  3. Depois NÓS é que somos ignorantes e terceiro-mundo… Quer apostar que já tem criança no Japão sendo batizada de “Nabo com Espírito de Luta”?

  4. De uma tacada só, fiquei sabendo da existência da novela Rebelde, do grupo RBD e do Shopping Fiesta. São três coelhos que saíram do anonimato — para mim, pelo menos.

  5. Marmota, essa recepção típica brasileira a toda e qualquer suposta celebridade, ainda que de meia pataca, no meu entender só demonstra o quanto enormes extratos do nosso povo se comporta ainda como gado. Senso crítico zero aliado a uma indústria cultural avassaladora, criam estes espetáculos deprimentes de histeria coletiva. Precisamos avançar ainda. Quando isso for ridículo o bastante e fizer parte de uma página triste de nossa história, seremos melhores como povo, sem dúvida. Mas temo que estas garotas sejam apenas a parte visível do fenômeno.

  6. rebeldes é a melhor coisa q esse mundo ja teve
    c vc naum aprecia rebeldia é pq vc naum tem atitude é um imbeciu q sai por ai falandu mal das coisas q naum sao da sua conta pra sua informaçao rebelde tinha mt fans antes daquele acidente acontece, por isso tinha uma multidao la pra v eles, e nem c chama-se o cara dos rolling stones pra sua suposta banda seria tao bom quanto eles

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*