Obrigado por não fumar

Porto Alegre (RS) – Finalmente chegou a parte mais legal das minhas férias: alguns dias onde troco aquela cidade grande e odiosa por outra que, se Deus quiser, um dia ainda vou conseguir morar. Porto Alegre, aliás, viu recentemente uma história interessante: um embate curioso entre um bar tradicional da Cidade Baixa e uma estranha determinação municipal.

A lei antifumo proibiu há cerca de um mês o uso de cigarros, cachimbos, cigarrilhas e charutos, em recintos e locais de trabalho coletivo. O bar Tuim decidiu garantir a liberdade de seus clientes, além de demonstrar publicamente o que achou da medida: tascou a placa “bar exclusivo para fumantes” na porta. O quiprocó foi inevitável, mas durou pouco tempo. Não demorou para os fiscais da prefeitura limitarem a ação, trazendo apenas a palavra conscientizadora aos comerciantes. Blé.

Lembrei dessa história esses dias, quando a Renata, da agência de publicidade LiveAD, me avisou a respeito de uma inusitada ação para a Fox Filmes, justamente relacionada ao filme Obrigado por Fumar, que estréia oficialmente nesta sexta-feira. No filme, um executivo da indústria tabagista consegue convencer o mundo que o cigarro é uma coisa muito legal…

A premissa vai contra essa série de leis e campanhas antifumo em todo o planeta, e para provocar ainda mais discussão, mulheres vestidas de executivas entregaram, nos últimos finais de semana, uma nota autêntica de R$ 1 a todos os fumantes em filas de cinema de São Paulo e Porto Alegre. Todas com um adesivo do filme.

Pessoalmente, nada contra quem fuma. Desde que não seja (muito) perto de mim. :-)

***

Falando em cinema, vá ver Click, especialmente sem qualquer expectativa. Dependendo do seu estado de espírito, você vai repensar sua vida ao sair da sala.

***

O clima em Porto Alegre não é dos melhores (frio e uma chuva chata), e a notícia do dia é a mesma da capital paulista: a do seqüestro do jornalista Guilherme Portanova, que é gaúcho e começou sua carreira na Rádio Gaúcha e TV COM. Um negócio assustador, que abre um precedente perigosíssimo: agora, qualquer bando de criminosos pode seqüestrar jornalistas e exibir suas exigências em rede nacional. Tomara que não vire moda.

***

Amigos de Porto Alegre, onde posso ver o jogo do Colorado ao lado da torcida, e ao mesmo tempo sem ingressos? A propósito, quem quiser fazer qualquer coisa nos próximos dias aqui nas redondezas, não esqueça de ler o meu aviso anterior.

Comentários em blogs: ainda existem? (6)

  1. Maravilha de comentário sobre o quiproquó anti-tabagista. Mas é a frase depois da nota de 1 real é falsa: já fumei uma noite inteira do seu lado sem ser incomodado :-)

    Torci com vocês e volto a torcer na quarta. Nada contra o São Paulo, tudo a favor do Colorado ganhar sua já merecida primeira Libertadores.

  2. Se este jogo fosse daqui a exatamente 30 dias, com certeza estaria aí para assistir… e se minhas férias fossem exatamente 30 dias antes, com certeza a gente ia se encontrar por aí… *rs

    Abraço!

  3. Se este jogo fosse daqui a exatamente 30 dias, com certeza estaria aí para assistir… e se minhas férias fossem exatamente 30 dias antes, com certeza a gente ia se encontrar por aí… *rs

    Abraço!

  4. aqui em Goiânia, pelo menos por enquanto, ainda não tiraram nossa liberdade.

    e palmas para o bar “Tuim” !

    valeu !

  5. Agora você vai ter que pensar em outro acontecimento que gostaria de ver, porque o Inter acaba de ser campeão diante dos seus olhos!
    Férias boas, cheias de sorte e pra lá de merecidas!
    Falando em sorte, tem que rolar um post rasgando seda pro Abelão! Acho que ele usou umas três meias de lã em cada pé hoje, hein?
    Engraçadolhices a parte, a RESB está muito feliz por você! (e muito exclamativa também!) :)

Vai comentar ou ficar apenas olhando?

Campos com * são obrigatórios. Relaxe: não vou montar um mailing com seus dados para vender na Praça da República.


*